A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/09/2016 16:47

Perícia confirma que carro queimado achado na fronteira é de Alceu Bueno

Land Rover foi encontrado hoje pela manhã, três dias após o crime

Anahi Zurutuza
Land Rover foi encontrado em local ermo, completamente destruído pelo fogo (Foto: Leo Veras)Land Rover foi encontrado em local ermo, completamente destruído pelo fogo (Foto: Leo Veras)

A perícia feita no veículo que foi encontrado na manhã de hoje (23) em Ponta Porã – a 323 km de Campo Grande – confirmou que se trata do carro que o ex-vereador Alceu Bueno usava quando foi capturado e morto na noite de terça-feira (20), em Campo Grande. O Land Rover Freelander 2 estava completamente queimado, o que dificultou a identificação de imediato.

De acordo com a Polícia Civil da cidade que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai, depois de trabalhar na limpeza de algumas áreas do carro carbonizado foi possível fazer a leitura da numeração do chassi.

A polícia já tinha indícios de que o veículo havia sido levado para a região de fronteira e por isso, foram intensificados o trabalho de buscas por lá.

Na tarde desta sexta-feira (23), o titular do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), Edilson dos Santos, durante coletiva de imprensa, havia dito que a chance do veículo ser de Bueno era de “99%”.

Além disso, ontem, o delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas, já havia adiantado que o carro do ex-vereador havia sido visto em uma cidade da fronteira com o Paraguai.

Desova – Para o delegado-geral, o local onde o corpo de Bueno foi encontrado, no Jardim Veraneio, próximo ao Parque dos Poderes, foi escolhido justamente por ser próximo às saídas da cidade.

Marcelo Vargas disse acreditar que a dupla que aparece na filmagem de câmera de segurança de um condomínio ateando fogo ao cadáver, pegou a estrada em fuga logo depois da desova, com o Land Rover que era do ex-vereador.

Mais detalhes – Alceu Bueno foi capturado e morto na noite de terça-feira, possivelmente logo após sair da empresa dele, o Depósito Bueno, na avenida Coronel Antonino – no norte de Campo Grande. Mas, o cadáver carbonizado foi encontrado por volta das 6h de anteontem (21).

Inquérito para apurar homicídio doloso e ocultação de cadáver foi aberto. Ninguém foi preso ainda.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions