A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

16/06/2010 10:28

Pesquisa mostra venda de antibiótico sem receita médica

Redação

Pesquisa realizada pela ABCCON/MS (Associação de Defesa do Consumidor de MS) em parceria com o IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor) em dez farmácias da Capital revelou que todas vendem remédios tarja vermelha sem prescrição médica.

O estudo, realizado de janeiro a março deste ano, mostrou a facilidade em adquirir remédios, como amoxilina 500mg ou azitromicina 500mg, antibióticos, sem que em nenhum dos estabelecimentos fosse exigida a receita médica. Foi a primeira vez que uma pesquisa desse tipo foi feita.

Os medicamentos com tarja vermelha nas caixas indicam que aquele produto tem contra-indicação e pode provocar efeitos colaterais graves, caso sejam utilizados incorretamente, razão pela qual somente poderiam ser vendidos mediante a apresentação da receita.

O presidente da ABCCON, Erivaldo Marques Pereira, acredita que a venda indiscriminada não acontece apenas por responsabilidade da farmácia e também pelo fato do consumidor realizar a automedicação.

"Uma das causas dessa venda indiscriminada é o desconhecimento do consumidor sobre as conseqüências da automedicação, bem como a facilidade com que o consumidor pode adquirir o medicamento nas farmácias e drogarias, onde muitos atendentes ou balconistas, na ânsia de venderem seus produtos, levam os consumidores a se automedicarem, empurrando-lhes certos medicamentos que necessitariam de prescrição médica", comenta.

Os medicamentos de tarja vermelha (que incluem os antibióticos) só podem ser vendidos com a apresentação da receita do médico ou dentista. Os medicamentos de tarja vermelha, assim como os de tarja preta, não podem ficar expostos em gôndolas ou balcões de farmácias e drogarias.

Os resultados da pesquisa foram encaminhados, pelo IDEC, ao conhecimento das farmácias pesquisadas, das vigilâncias sanitárias dos estados, dos Conselhos Regionais e Federais de farmácias, do Ministério Público e da ANVISA, para a tomada das medidas necessárias.

Resposta

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions