A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/09/2008 10:30

PF abre inquérito para investigar ameaça em Bela Vista

Redação

A Superintendência de Polícia Federal em Campo Grande determinou instauração imediata de inquérito para investigar as ameaças de morte recebidas pelo juiz eleitoral de Bela Vista, Caio Márcio de Britto.

Policiais federais foram deslocados para Bela Vista, o caso será investigado pela Delegacia da PF de Ponta Porã.

A decisão da superintendência saiu na manhã de hoje, assim que recebeu o documento expedido por Britto. No documento, o juiz não solicitava escolta policial para a segurança pessoal, mas a PF acredita que a equipe no local garanta mais tranqüilidades para o juiz continuar os trabalhos de investigação do assassinato do vereador Flávio Roberto Godoy, o Ratinho.

Britto vinha recebendo ameaças de morte caso continuasse as investigações.

O prefeito da cidade vizinha, Bella Vista (no lado paraguaio), Julio Rojas mandou fechar a rádio onde Ratinho trabalhava, depois que o juiz o eleitoral ordenou a apreensão de um carro do prefeito paraguaio, porque o veículo fazia campanha política no lado brasileiro, para a mulher dele e candidata em Bela Vista, Marli Rojas.

Também foi vetado o tráfego de qualquer veículo com placa do Paraguai que tivesse propaganda polícia. Outra atitude tomada pelo juiz foi solicitar ao TER (Tribunal Regional Eleitoral) pedido de impugnação da mulher de Rojas.

Na ocasião, o prefeito paraguaio teria dito que o juiz

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions