ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

PF é acionada para negociar fim de protesto na UFMS

Por Redação | 22/08/2008 19:32

Pelo menos seis agentes da PF (Polícia Federal) estão na reitoria da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para negociar a saída dos estudantes que retomaram a sala da reitoria na tarde de hoje.

Os estudantes reivindicam o adiamento da eleição para nova reitoria por 60 dias. Conforme o acadêmico Alan de Farias Brito, componente do Comitê de Ocupação, os estudantes não irão deixar a reitoria enquanto não forem atendidas suas reivindicações.

Segundo Brito, os estudantes tentam através da invasão abrir um diálogo com o reitor da universidade e presidente do Coun (Conselho Universitário), Manoel Catarino Peró. O acadêmico afirma ainda que representantes das chapas concordam com o adiamento do pleito e ainda com a adesão ao voto paritário.

Durante a invasão, uma funcionária da instituição passou mal e foi atendida por médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ela teria se assustado com a invasão e teve um surto psiquiátrico. A funcionária foi levada para a Clínica Santa Rita de Cássia.

Nos siga no Google Notícias