A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

18/07/2008 08:41

PF encontrado morto estaria se tratando contra depressão

Redação

O delegado da Polícia Federal Haroldo Malheiros Bastos, de 33 anos, encontrado morto com um tiro na cabeça na manhã desta sexta-feira, estaria tomando medicamentos para se tratar contra depressão, segundo informações apuradas pela Polícia Civil junto da esposa dele.

Malheiros era titular Delegacia de Defesa Institucional. Ele morava no 5º andar do edifício Ana Angélica, localizado na rua José Antônio, entre a Dom Aquino e a Marechal Cândido Rondon, no centro de Campo Grande.

O caso é tratado como suicídio. Segundo apurou o Campo Grande News, delegado teria discutido com a esposa e depois efetuado um disparo na cabeça. No chão da sala do apartamento do casal, a polícia encontrou uma estátua de porcelana quebrada.

O delegado da Depac, Rodrigo Vasconcelos Braga, diz que todos os indícios levam a crer que o delegado tenha disparado contra própria cabeça, mas as investigações vão ocorrer como de praxe.

Foi feito exame para apontar se há resíduos de pólvora nos dedos dele e também na esposa. O corpo foi encontrado no chão, ao lado da cama. A esposa dele, cujo nome está sendo preservado, disse que o delegado disparou a arma na frente dela.

Um buraco foi encontrado na janela de metal do quarto. A polícia vai voltar ao local no período da tarde para averiguar se o furo foi causado pelo projétil que atingiu o policial.

Perfil

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions