A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/08/2008 10:00

Pistoleiro do PCC executado com 50 tiros de AR-15 e M-16

Redação

Apontado como pistoleiro do PCC, Tânio Aristimunho Bogarin, de 31 anos, foi executado na tarde de ontem com 60 tiros de fuzis M-16 e AR-15, em Pedro Juan Caballero , na fronteira com Ponta Porã (Paraguai).

Do total disparado contra o homem, mais de 50 tiros atingiram a vítima, que aparentemente não estava armada e não teve chance de fugir, informa o site Mercosul News.

Segundo testemunhas, os assassinos estavam em uma camioneta Land Cruiser, de cor preta. Eles perseguiram o carro de Tânio, que tinha acabado de deixar a esposa em uma loja, baixaram os vidros e abriram fogo com fuzis.

Foram tantos tiros, que a cabeça de Tânio ficou parcialmente destruída e os dedos da mão decepados, relata o site. A vítima é filho de uma escrivã de Polícia de Guia Lopes da Laguna e apontado como braço direito do líder da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) em Pedro Juan, conhecido por 'Kapilo'.

A Polícia acredita que ele já estivesse sendo seguido desde que saiu de casa. Há indícios de que ele tenha recebido uma ligação em seu celular e foi até a periferia de Pedro Juan.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions