A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/12/2014 14:39

PM isola área e comunica queda de objetos do céu à Aeronáutica e Cindacta

Vania Galceran

A Polícia Militar de Santa Rita do Pardo resolveu isolar o local onde caiu do céu um objeto na madrugada de hoje e já acionou a Base Aérea de Campo Grande e o Cindacta (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), em Brasília, além do Corpo de Bombeiros de Bataguassu, para realizar os procedimentos de segurança no sítio onde está a peça.

O objeto caiu na zona rural de Santa Rita do Rio Pardo, a 268 quilômetros de Campo Grande. A localidade está a 300 metros apenas da área urbana do município. Segundo os proprietários do local, eles ouviram um estrondo às 3h da manhã, mas só encontraram o objeto por volta das 9h de hoje, ao caminhar pelo sítio.

A Polícia Militar foi chamada, isolou a área que estava tomada por curiosos. De acordo com o soldado Marciano Soares da Silva, que esteve no local, o objeto tem aproximadamente 1,30m, está envolto por uma espécie de adesivo preto e se parece muito com um tanque de gás, como esses usados em veículos abastecidos por gás natural. Mas não exala nenhum cheiro e está protegido.

Segundo o soldado , a movimentação de curiosos foi intensa pela manhã, muitas pessoas queriam tirar foto, até mudar o "cilindro" de lugar para pegar o melhor ângulo da fotografia.

O objeto chamou a atenção de toda população do Estado e até de fora de Mato Grosso do Sul. A redação do Campo Grande News recebeu centenas de mensagens de pessoas que registram em fotos ou vídeo o momento que a "chuva de fogo" apareceu no céu.

Algumas pessoas como Jennifer Aline de Lima, promotora de vendas, 26 anos, moradora do bairro Tiradentes, conta que ficou impressionada com a "bola" de fogo que atravessou a Avenida Zahran no momento que ela passava de carro com o marido. "Pensei que eram fogos de artifício, mas não fazia nenhum barulho, caía lentamente, achei que o céu ia explodir, parecia o fim do mundo", comenta.

Moradores do bairro Santo Antônio, do Centro, do Jardim Seminário, do Monte Castelo, da região da avenida Guaicurus e muitos outros bairros também se manifestaram enviando fotos e vídeos.

Em Jardim, também foi possível ver os objetos cruzando o céu, assim como em Ribas do Rio Pardo e Presidente Prudente (SP). 

Tentamos contato com o Cindacta I em Brasília, mas não obtivemos retorno.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions