A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

03/11/2008 07:08

PMA monta 13 postos para coibir pesca durante a Piracema

Redação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) estará presente em 13 postos neste ano para combater a pesca durante o período de piracema, em que os peixes sobem os rios para desovar. Nos rios da Bacia do Rio Paraná o período de defeso começou no sábado, dia 1º e no Rio Paraguai terá início no dia 5, quarta-feira próxima.

Participará do esquema de fiscalização todo o efetivo da PMA, de 326 policiais. Os postos avançados e fixos estão nas principais cachoeiras e corredeiras nos rios do Estado e da União. Cada um deles contará com três homens, munidos de barcos, que vão monitorar os cardumes.

Durante o defeso, na bacia do Paraná fica permitida a pesca de 10 kg de pescado mais um exemplar de peixes não nativos e exóticos como: Tucunaré, Curvina, Porquinho, Tilápia etc... e, somente nos lagos das Usinas do Rio Paraná (não para outros rios da bacia). Na Bacia do Paraguai será permitida somente a pesca de subsistência para o morador ribeirinho. A proibição vai até 28 de fevereiro.

Segundo a PMA, com a maior fiscalização as apreensões durante a piracema têm aumentado.  Na operação passada foram presas 74 pessoas e apreendidas 2 toneladas de pescado, contando com o que foi recolhido por falta de declaração de estoque.

Declaração

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions