A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/04/2009 17:54

Polícia apreende 200 frascos de cosméticos ilegais

Redação

Operação feita entre a Polícia Civil e a Vigilância Sanitária de Cassilândia apreendeu 200 frascos de comésticos sem registro, que eram vendidos livremente pelo município, distante 415 quilômetros de Campo Grande.

Denúncias anônimas encaminhadas à Vigilância apontavam a venda ilegal de cosméticos que não eram cadastrados junto ao Ministério da Saúde e à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Investigações feitas pela Polícia indicam que os produtos eram vendidos em salões e outros estabelecimentos da cidade.

Um dos cosméticos apreendidos destina-se a eliminar "a queda de cabelos, combate a caspas, seborréia e acelera o crescimento", no entanto, não possui o referido registro, lote, nem endereço da empresa responsável pela produção.

A Lei nº 6.930/76 que regulamenta a atividade classifica como cosmético: "Produtos para uso externo, destinados à proteção ou ao embelezamento das diferentes partes do corpo, tais como pós faciais, talcos, cremes de beleza, creme para as mãos e similares, máscaras faciais, loções de beleza, soluções leitosas, cremosas e adstringentes, loções para as mãos, bases de maquilagem e óleos cosméticos, ruges, blushes, batons, lápis labiais, preparados anti-solares, bronzeadores e simulatórios, rímeis, sombras, delineadores, tinturas capilares, agentes clareadores de cabelos, preparados para ondular e para alisar cabelos, fixadores de cabelos, laquês, brilhantinas e similares, loções capilares, depilatórios e epilatórios, preparados para unhas e outros".

Segundo a Polícia, o nome da empresa responsável pela produção do material será preservado porque as investigações ainda estão em andamento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions