A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

08/12/2009 08:12

Polícia apreende munições de guerra na fronteira

Redação

Policiais da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e Polícia Nacional do Paraguai apreenderam ontem à tarde grande quantidade de munições para metralhadoras anti-aéreas, de fuzis calibre 7.62, de uso exclusivo das Forças Armadas e três granadas de fragmentação, além de vários fios de estopim para fabricação de explosivos na Colônia Naranja Hai (Laranja Azeda), a 30 quilômetros de Pedro Juan Caballero, região de fronteira.

Havia 1.400 projéteis calibre ponto 50, de artilharia antiaérea, seis cintas com 100 munições cada uma, três granadas de fragmentação e estopim para explosivos. As munições e as granadas foram encontradas escondidas em um galinheiro próximo da casa. Várias caixas e pentes de munições estavam em uma bolsa de plástico branca, com o brasão de Cruz Vermelha e da Comunidade Européia.

Segundo notícia do site Mercosul News, a carga estava em um casebre e a polícia suspeita que a munição pertença ao grupo paramilitar Exército do Povo Paraguaio, que tem feito uma série de ataques no vizinho país e que podem ter vindo da Colômbia.

Os agentes foram informados anonimamente sobre a existência de armas de guerra e munições no local. De acordo com a polícia, a casa onde estava o arsenal pertence a Pedro Maldonado Benitez, 60 anos, que estava em uma chácara próxima e que ao perceber a movimentação policial, fugiu embrenhando-se na mata.

Sua esposa, Claudina Cristaldo de Maldonado, 39 anos, disse aos policiais que as munições foram deixadas na casa por um homem que se identificou apenas como 'Sebastián', que pediu ao marido dela para guardá-las por alguns dias, mas depois não voltou para retirá-las.

A polícia acredita que possa haver armas ocultas na mata, como metralhadoras antiaéreas. As buscas são cautelosas porque há possibilidade de existir armadilhas com explosivos (minas) na região que é vasculhada.

Mês passado um policial paraguaio morreu e outro ficou gravemente ferido quando abordaram uma camioneta abandonada pelo EPP após mais um seqüestro de pecuarista no Paraguai.

Começa na segunda-feira prazo para alunos da UEMS fazerem rematrícula
Quem já é aluno da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) tem prazo de segunda-feira, 22 de janeiro, até a 3 de fevereiro para confirmar ...
Capes recebe até esta sexta-feira inscrições a 400 bolsas de estudo
A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) recebe até amanhã (19) inscrições para programas no exterior. São 400 vagas dis...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions