A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

30/06/2009 10:51

Polícia estima que quadrilha fez 30 assaltos em um ano

Redação

A quadrilha presa nessa segunda-feira na operação Carruagem, pode ter feito 30 assaltos a ônibus no período de um ano, na região do Bolsão de Mato Grosso do Sul. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) estima que em casa roubo, a quadrilha arrecada R$ 10 mil.

Os cinco bandidos presos já confessaram nove roubos. Há ainda outros dois integrantes da quadrilha que estão foragidos.

A identificação dos assaltantes foi resultado de seis meses de trabalho conjunto da PRF, Garras e delegacias de Polícia Civil das cidades do Bolsão.

Estão presos: o motorista de caminhão Edvaldo Francisco Ribeiro, 39 anos, o "amoroso"; o pedreiro Marcos Antônio Rocha, 29 anos; o comerciante Hilton Marques de Oliveira, 24 anos; o comerciante Jorge Augusto dos Santos, 32 anos e o lavador de carros Vagner Lopes Pereira, 23 anos.

Eles agiam geralmente à noite e de madrugada, desde agosto do ano passado. Em três ou quatro, os bandidos emparelhavam o veículo ao lado do motorista e o obrigava a seguir para uma estrada vicinal.

Ao chegar no local indicado, assaltavam os passageiros. A quadrilha assaltava tanto coletivo de turismo quanto de transporte regular.

Após o roubo, dividiam os produtos e os comercializam em Água Clara, onde foram presos, principalmente objetos pequenos, como roupas e celulares. Notebooks, eletrônicos, eram também vendidos a receptadores de outras cidades.

A Polícia acredita que os bandidos agiam já com informações sobre os horários dos ônibus, e não aleatoriamente.

A quadrilha tinha quatro veículos para serem utilizados nos roubos. Em cada abordagem era utilizado um ou dois, mas sempre diferente da última ação, para dificultar o trabalho da Polícia.

De acordo com o delegado do Garras, Ivan Barreira, com a prisão destes cinco, a Polícia conseguiu identificar outros envolvidos, que são de São Paulo e Goiás.

Em comércios da cidade os policiais apreenderam celulares e roupas. Os notebooks foram encontrados em residências de pessoas que compraram os aparelhos. Todos foram indiciados por receptação.

Já os integrantes da quadrilha, foram indiciados por roubo e formação de quadrilha. Outro que foi indiciado é o tecnólogo Evandro José Martins, 23 anos. Com ele foram encontradas as pistolas utilizadas no assalto. Ele emprestava e escondia as armas.

Com o dinheiro roubado, os bandidos conseguiram adquirir veículos e crescer financeiramente.

Em um mês - Somente em junho, foram pelo menos três roubos a ônibus na região do Bolsão e uma tentativa.

TSE pede que governo mude início do horário de verão de 2018 devido às eleições
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) quer que o governo federal mude a data do horário de verão do próximo ano. Em encontro com o presidente Michel Te...
Uems anuncia abertura de 2.338 vagas para 15 cidades de MS em 2018
A Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) divulgou a oferta de vagas para o processo seletivo de 2018. Entre os campus espalhados pelo Est...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions