A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/09/2009 12:39

Polícia flagra ALL descumprindo liminar da Justiça

Redação

Policiais militares da Cigcoe (Companhia de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) e Rotac (Rondas Táticas da Capital) flagraram nesta tarde, no posto 903, próximo ao aeroporto de Campo Grande, funcionários de malhas ferroviárias de outros Estados substituindo grevistas da ALL (América Latina Logística).

Ontem, decisão do juiz federal Sérgio Polastro Ribeiro, da 2ª Vara do Trabalho de Bauru, proibiu a empresa de "importar" trabalhadores de outros Estados para substituir os grevistas.

A liminar também determina a proibição da Novoeste em utilizar empregados da empresa que não sejam maquinistas a conduzir trens. Em caso de descumprimento da decisão, a ALL poderá pagar multa de R$ 10 mil por dia.

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, existe uma norma dentro da própria empresa que coíbe estas ações.

"Como se não bastasse, os empregados que não aderiram à greve passaram a trabalhar em jornadas excessivas, algumas superiores a 20 horas, e sem observância do intervalo mínimo de 11 horas entre as jornadas", protesta o Sindicato.

Ainda não foi repassado o número total de funcionários de outras malhas ferroviárias que estão no Estado. Segundo o Sindicato, são trabalhadores do Paraná e Rio Grande do Sul.

A partir de agora serão prestados depoimentos no 1º Distrito Policial da Capital, no intuito de verificar a veracidade dos fatos, para que os responsáveis sejam punidos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions