A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/01/2010 08:59

Polícia indicia 4 por morte de preso que matou a mãe

Redação

A Polícia Civil indiciou quatro internos pela morte de Valdemar Scardin Carvalho, de 28 anos, que foi preso na última quinta-feira após matar a mãe a machadadas, em Jardim.

Ele foi levado para o presídio da cidade e foi morto a chutes e socos pelos companheiros de cela. A autoria do crime foi assumida por Crispim Lugo, de 43 anos, que foi preso em dezembro acusado de estuprar a enteada de 10 anos.

Segundo o delegado Roberto Gurgel, que foi ontem ao Estabelecimento Penal Masculino Máximo Romero, outros três presos também vão responder pelo crime de homicídio doloso qualificado.

Conforme o delegado, Crispim Lugo relatou que outros presos também participaram da sessão de espancamento. Foram indiciados Luiz Massacoti, Emerson campos e um preso identificado como Moisés.

Na cela onde ocorreu o crime, havia 11 presos. "O Crispim não se eximiu da responsabilidade dele. Mas não tinha como matar sozinho", afirma o delegado. Três agentes penitenciários também prestaram depoimento. Eles afirmaram que foram chamados pelos presos, que disseram que Carvalho estava passando mal no banheiro. Os agentes acionaram os bombeiros, mas quando o socorro chegou ele já tinha morrido.

O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Jardim, para determinar a causa da morte. Carvalho foi encontrado com o rosto inchado, a cabeça raspada e uma costela quebrada.

Brutal - No dia do crime, Carvalho pediu dinheiro à mãe pela manhã e, como ela não deu, foi ao trabalho dela algumas horas depois. Já com um machado, ele desferiu um golpe contra a nuca de Matir Carvalho Scardin, de 58 anos Com a mãe caída, ele deu outro golpe, contra a cabeça. O machado ficou cravado.

Ele saiu do local e foi capturado a cerca de seis quadras de onde havia cometido o crime. Carvalho tinha pelo menos 13 passagens pela polícia desde 2007.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions