A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

27/04/2011 07:49

Polícia irá escavar saída para Figueirão em busca da ossada de Vanessa

Vivianne Nunes

Policiais Civis de Costa Rica (MS) devem começar em breve, novas escavações em busca de ossadas da jovem Vanessa Ferreira da Silva Nunes, desaparecida desde 2006 na cidade. A informação foi repassada pelo delegado Cleverson Alves dos Santos ao site Costa Rica em Foco, na manhã de hoje.

Novos depoimentos revelam que Vanessa foi esquartejada e jogada no local onde foi construído o Centro Municipal de Eventos Ramez Tebet. A época do crime a área passava por terraplanagem. No local foi encontrada ossada e cabelos dentro de um saco, mas o motorista da escavadeira não teria dado atenção ao fato e continuou levando os entulhos até a saída para Figueirão.

Conforme o delegado, depois de um tempo o motorista chegou a comentar em um bar que encontrou a ossada e os cabelos, mas que não deu importância, uma terceira pessoa ouviu a história e denunciou à Polícia, mas já era tarde de mais, pois centenas de caminhões de terra foram jogadas no local.

O delegado diz que os trabalhos podem demorar cerca de um mês e que precisa da colaboração do município para iniciar as escavações uma vez que é grande a demanda de mão de obra e maquinário.

O surgimento de novas informações no caso Vanessa Ferreira da Silva Nunes, a jovem que desapareceu há cinco anos em Costa Rica, levou Robson Mendes de Oliveira, 27 anos e Celso Maldaner dos Santos, 53 anos a terem novamente a prisão preventiva decretada no interior de Mato Grosso do Sul. A decisão do juiz Luiz Alberto de Moura Filho foi tomada na noite de segunda-feira (25). Celso foi detido dentro do fórum de Costa Rica, onde participava de uma audiência.

O advogado de Robson Mendes, Roberto Rodrigues, esteve na delegacia de Polícia Civil esta tarde e garantiu ao delegado Cleverson Alves dos Santos, que o acusado deve se apresentar até amanhã.

Segundo informações do site Costa Rica em Foco, Celso, Robson e Inácia Campos, 35 anos, também acusada pelo desaparecimento e morte de Vanessa, ficaram presos por 30 dias na cadeia de Costa Rica e foram soltos no último dia 18.

Os três são os principais suspeitos do desaparecimento e morte de Vanessa, que foi vista em Costa Rica (MS) pela última vez em 12 de dezembro de 2006. De lá para cá o caso teve inúmeras reviravoltas.

Testemunhas relatam terem avistado Vanessa entrando em uma casa no Vale do Amanhecer, onde a época, Robson morava com a esposa Inácia.

No mês de março a Polícia Civil deu início a escavações no local e encontraram um osso. O material foi enviado para exame pericial, mas o resultado ainda não saiu.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions