A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/08/2009 15:38

Polícia vai a Cassilândia investigar morte de produtor

Redação

O delegado da Polícia Civil em Aparecida do Taboado, Lúcio Fátima da Silva Barros, foi até Cassilândia para dar prosseguimento na investigação do assassinato do pecuarista e criador da raça nelore, Ari Braz Dias. Ele foi morto na noite de sábado com um tiro na cabeça após ser amordaçado com uma toalha.

De acordo com o site Cassilândia News, o delegado ouviu amigos e familiares na delegacia de Cassilândia, onde o pecuarista tinha propriedade rural. Os policiais buscam pistas para definir a linha de investigação.

A causa mais provável é homicídio, já que, até o momento, a Polícia Civil tem informação de que nada foi roubado do pecuarista. Dias foi morto próximo da ponte rodoferroviária em Aparecida do Taboado. Ele foi encontrado dentro da caminhonete.

O delegado já conversou com diversas pessoas que trabalham nas proximidades e todos dizem que não viram nada. Agora, ele busca possíveis desafetos do produtor rural para encontrar suspeito do crime.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions