A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

17/08/2009 15:38

Polícia vai a Cassilândia investigar morte de produtor

Redação

O delegado da Polícia Civil em Aparecida do Taboado, Lúcio Fátima da Silva Barros, foi até Cassilândia para dar prosseguimento na investigação do assassinato do pecuarista e criador da raça nelore, Ari Braz Dias. Ele foi morto na noite de sábado com um tiro na cabeça após ser amordaçado com uma toalha.

De acordo com o site Cassilândia News, o delegado ouviu amigos e familiares na delegacia de Cassilândia, onde o pecuarista tinha propriedade rural. Os policiais buscam pistas para definir a linha de investigação.

A causa mais provável é homicídio, já que, até o momento, a Polícia Civil tem informação de que nada foi roubado do pecuarista. Dias foi morto próximo da ponte rodoferroviária em Aparecida do Taboado. Ele foi encontrado dentro da caminhonete.

O delegado já conversou com diversas pessoas que trabalham nas proximidades e todos dizem que não viram nada. Agora, ele busca possíveis desafetos do produtor rural para encontrar suspeito do crime.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions