A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/06/2015 18:58

Policiais Civis de MS aprovam indicativo de greve para próxima semana

Lúcio Borges
Decisão foi tomada durante Assembleia Permanente, ocorrida hoje. (Foto: divulgação)Decisão foi tomada durante Assembleia Permanente, ocorrida hoje. (Foto: divulgação)
Presidente do Sinpol-MS, Alexandre Barbosa, diz que o indicativo já vem sendo apontado em reuniões anteriores. (Foto: divulgação)Presidente do Sinpol-MS, Alexandre Barbosa, diz que o indicativo já vem sendo apontado em reuniões anteriores. (Foto: divulgação)

Nesta quarta-feira (3) foi à vez dos agentes da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul deliberar e aprovar indicativo de greve, diante a crise da negociação salarial no Governo do Estado que continua, com o índice zero oferecido pela administração. A categoria está mobilizada tanto na Capital quanto no interior do Estado, se programando e com intenção de adesão maciça ao movimento. A decisão foi tomada durante Assembleia Permanente, ocorrida hoje, aprovando uma paralisação a iniciar na próxima, se nada avançar.

De acordo com o presidente do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Alexandre Barbosa, o indicativo já vem sendo apontado em reuniões anteriores e a cada dia que passa reflete a insatisfação da categoria com a política de valorização do servidor que o governo estadual tem adotado. A próxima Assembleia ocorre em 13 de junho, quando decidirão se o processo de greve será oficializado.

Barbosa lembra que a categoria está em negociação desde o início do mês de março, apresentando as reivindicações. “Reunimos-nos algumas vezes com os secretários para debater os pontos. Mas o governador mantém o posicionamento de Reajuste Zero, alegando ainda que o reajuste setorial de 2015 já teria sido concedido pelo governo anterior em dezembro de 2014. No entanto, já dissemos e tentamos esclarecer que o aumento do ano passado faz parte da negociação do ano de 2013, quando a categoria até realizou greve por cinco dias”, apontou o presidente do Sinpol-MS.

O dirigente sindical destaca que o indicativo da greve, não é ‘cruzar os braços’ já hoje. Mas com a decisão, a categoria já avisa e alerta a população e o governo para o possível início de uma greve nos próximos dias. “Caso o governador Reinaldo Azambuja reúna-se com o sindicato para negociar e, efetivamente, conceder melhorias que satisfaçam a classe, a greve nem se inicia e o indicativo pode ser cancelado”, diz Barbosa.

Agentes mobilizados

O vice-presidente do Sinpol-MS, Roberto Simião exalta que a categoria está mobilizada tanto na Capital quanto no interior do Estado, se programando e com intenção de adesão ser maciça no movimento. "Na próxima semana, membros da diretoria e representantes da administração local farão encontros com o objetivo de informar os companheiros sobre as deliberações", aponta.

Simião diz que os agentes não querem nada além do possível e que deveria ser normal. “Os policiais civis almejam ter uma remuneração digna, condizente com a graduação de nível superior exigido. Querem poder trabalhar com tranquilidade, sabendo que não arriscam suas vidas em vão. Não estamos contra o governo, mas desejamos que ele cumprisse a promessa assinada durante a campanha eleitoral de valorização do Policial Civil”, mencionou Simião.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions