A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/01/2012 20:42

Policial civil consegue na justiça direito de permanecer no cargo de escrivão

Jeozadaque Garcia

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) concedeu nesta quinta-feira (11) a ordem do mandado de segurança impetrado por um policial civil que havia sido considerado inapto a tomar posse no cargo de escrivão. Desde 2010, ele trabalhava por força de uma liminar.

Segundo a assessoria de imprensa da Corte, a ordem foi concedida por unanimidade. O escrivão alegava que o edital não especifica quais são os critérios usados para verificação de possíveis problemas de saúde que o tornem inapto. Além disso, para ele, a conclusão da junta médica diverge dos pareceres médicos emitidos anteriormente por especialistas.

O desembargador João Maria Lós, relator do caso, analisou que o candidato foi aprovado em todas as fases do concurso e obteve o 54º lugar na classificação final para o cargo de Escrivão e foi nomeado por ato do Governador do Estado. Por isso a ordem foi concedida.

Para ele, os laudos dos dois especialistas, que deveriam servir de arrima à decisão da junta médica, atestam que o servidor não é incapaz e está apto para o trabalho.

“A Junta Médica Pré-Admissional não apontou qualquer motivação quanto à suposta inaptidão do impetrante, e não poderia julgá-lo inapto pelos pareceres dos especialistas, que confirmaram que ele estava apto ao serviço, e mesmo assim declarou a sua inaptidão no Exame Médico para fins de posse no cargo de Escrivão de Polícia”, considerou.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


Se não está inapto, com certeza vai estar em pouco tempo com as péssimas condições de trabalho oferecidas pelo nosso querido governados. O material de trabalho da pcms é de dar dó, motivo de chacota por parte de advogados e até dos presos. VERGONHA.
 
renato rezende em 13/01/2012 12:09:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions