A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/04/2011 17:37

Ponte que liga Bataguassu a Presidente Epitácio passa por reforma

Viviane Oliveira

As obras devem ser concluídas em dois anos

A ponte está localizada entre as cidades de Bataguassu e Presidente Epitácio (SP). (Foto: Ricardo Ojeda)A ponte está localizada entre as cidades de Bataguassu e Presidente Epitácio (SP). (Foto: Ricardo Ojeda)

Já começou a reforma da Ponte Mauricio Joppert, que liga os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. As obras devem ser concluídas em dois anos. Nesse período, o trânsito será liberado em apenas uma das pistas.

Haverá a manutenção das grades de proteção, que está quebrada em vários lugares, e a recuperação de partes da fundação da ponte. A obra está orçada em R$ 24 milhões.

A ponte Maurício Joppert é uma ponte rodoviária sobre o rio Paraná, e tem 2.550 metros de extensão. Ela liga Mato Grosso do Sul através de um aterro de cerca de 10 quilômetros, construído para elevar a rodovia em conseqüência da cheia do lago da usina hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta.

Do lado de MS está o município de Bataguassu, de onde continua a BR-267, e do lado paulista o município de Presidente Epitácio, onde acaba a rodovia Raposo Tavares.



Porque mudar agora depois de quase cinquenta anos, espero que nao mude , moro agora
aqui em Pres Epitacio SP, venha vc visitar esta city e pescar neste lindo rio parana que engoliu o rio pardo.
 
sandro soares em 19/10/2011 03:43:27
qual a data que vai fecha a ponte . dos dois lado
 
thiago ANTONIO RUBINI DE CARVALHO em 30/08/2011 09:33:42
Já que estão reformando a ponte, na sua reinauguração poderiam aproveitar e rebatizá-la com o nome de Ponte Hélio Serejo. Escritor Sulmatogrossense que tantou trabalhou para que a ponte fosse construída, homem que se dedicou incansavelmente,à Campanha Pró-Construção da Ponte sobre o Rio Paraná. Essa campanha valeu ao escritor o apelido de Marechal da Ponte, devido ao seu empenho e dedicação ao mesmo. Porém, a construção da ponte, iniciada no governo de Kubitschek, foi somente concluída no governo de Castelo Branco, e recebeu o nome de Ponte Maurício Joppert (que nenhum envolvimento teve na construção da mesma). Na inauguração da obra, em 1964, que teve banquete em comemoração, Hélio Serejo foi barrado como persona non grata. Até hoje esse ato é rememorado como de extrema injustiça à pessoa do escritor. A conserto (reforma) da ponte agora, 4 anos depois da morte do escritor, tem a chance de reinaugurá-la com o conserto do nome a quem a ponte VERDADEIRAMENTE deveria homenagear: O Engenheiro lexical Hélio Serejo.
 
Mara Pacheco em 06/04/2011 12:09:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions