A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

03/07/2018 08:32

Prefeitura de Aparecida do Taboado é alvo de operação contra fraude em concurso

A suspeita de fraude recai sobre o concurso público aberto mais recentemente, para o cargo de procurador jurídico

Anahi Zurutuza
Sede da Prefeitura de Aparecida do Taboado (Foto: Prefeitura de Aparecida do Taboado/Divulgação)Sede da Prefeitura de Aparecida do Taboado (Foto: Prefeitura de Aparecida do Taboado/Divulgação)

Uma das equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado), que deflagrou nesta terça-feira (3) a Operação Back Door, vasculha a sede da Prefeitura de Aparecida do Taboado em busca de provas contra esquema de fraude em concurso público.

A reportagem teve a confirmação de funcionários de que as buscas acontecer no local. São 10 mandados de busca e apreenção no total, alguns deles expedidos para endereços em Campo Grande.

O Campo Grande News apurou ainda que a suspeita de fraude recai sobre o concurso público aberto mais recentemente pela prefeitura da cidade a 481 km de Campo Grande, que teve provas para procurador jurídico do município suspensas por decisão liminar da 2ª Vara Cível de Aparecida do Taboado.

O mandado de segurança com pedido de suspensão foi impetrado pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), que apontou “inadequações para investidura no cargo de procurador”, cujo salário oferecido era de R$ 4.115,00.

O certame, entretanto, foi aberto para contratar servidores para várias outras funções, de engenheiro a telefonista.

O nome da operação “refere-se à ‘porta de trás’, utilizando uma tradução literal”, segundo a chefe do Gaeco, promotora Cristiane Mourão. “É uma referência às pessoas que querem ingressar no serviço fraudando o concurso público, ou seja, querem ingressar ‘pela porta dos fundos’”, completou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions