ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 15º

Cidades

Prefeitura de Cassilândia perde no TJ e greve continua

Por Redação | 05/05/2010 07:39

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) indeferiu o pedido de tutela antecipada para cessar a greve dos servidores de Cassilândia, cidade distante 415 de Campo Grande.

A decisão foi proferida pelo magistrado Silvio Prado, da 1ª Vara Cível do município.

Em sua ação, o município alegou ilegalidade e abusividade na greve deflagrada pelos professores da rede municipal de ensino, com pedido de antecipação dos efeitos da tutela, inclusive com aplicação de multa pecuniária e diária.

Em sua decisão, o magistrado argumentou que "não se vislumbra, por hora, sem a garantia do mínimo contraditório, elementos para antecipação dos efeitos da tutela".

Uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 6 de maio, às 13h.

Conforme a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Tânia Mara de Moraes Silva, informou que os professores estão solicitando 4,30% de reajuste, que corresponde à reposição com as perdas da inflação. Mas, de acordo com ela, a categoria está aberta a propostas.

Nos siga no Google Notícias