ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Preso em MS, acusado de chefiar milícia voltará ao RJ

Por Redação | 19/06/2010 14:14

A Sexta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou o retorno do ex-vereador e bombeiro Cristiano Girão Matias, preso desde janeiro no presídio federal de Campo Grande, para o Rio de Janeiro.

Preso preventivamente em dezembro de 2009, ele é suspeito de chefiar a milícia que atua na favela de Gardênia Azul, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele foi denunciado pelo Ministério Público estadual, juntamente com outras 11 pessoas, por crimes de formação de quadrilha, extorsão e lavagem de dinheiro.

Cristiano Girão também responde a uma ação civil pública por enriquecimento ilícito. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a quadrilha é autora de infrações penais graves, mediante a utilização de enorme arsenal bélico e infiltração de seus agentes no poder público (órgãos de segurança pública e legislativo).

O habeas corpus foi relatado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura. A decisão foi unânime. A transferência para o presídio federal havia sido solicitada pelo Ministério Público do Rio em virtude de informações de que Girão estaria saindo com regularidade de sua cela. Ele também estaria ameaçando testemunhas arroladas no processo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário