A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/09/2009 09:19

Preso em MS tinha até catálogo para vender armas ao RJ

Redação

Preso em Campo Grande em julho deste ano, Antônio Jorge Gonçalves dos Santos, tinha até um catálogo para vender armas bolivianas a traficantes dos morros do Rio de Janeiro.

Conforme reportagem veiculada no Fantástico, da Rede Globo, Antônio, que é conhecido como "Senhor das Armas", o catálogo revela a facilidade que ele tinha em receber armas e revende-las a outros traficantes.

De acordo com a mesma reportagem, além de vender as armas, o bandido ainda dava assistência técnica e garantia. Montava oficinas de armeiros dentro das favelas para atender aos "clientes".

Segundo a reportagem, durante três meses, escutas telefônicas revelaram os negócios de Antônio com um fornecedor de armas em Porto Soares, Bolívia, cidade vizinha a Corumbá.

Uma metralhadora chegava a custar aos traficantes das favelas R$ 30 mil. As pistolas, negociadas entre US$ 600 e US$ 900 e o fuzil AK 47, até R$ 60 mil, conforme o estado de conservação.

Prisão - Antônio foi preso no dia 5 de julho no Shopping Campo Grande, pela DRAE (Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos) do Rio de Janeiro, com o apoio do Garras.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Antônio adquiria armas do exército boliviano e drogas na Bolívia e em Corumbá, e então encaminhava para o Rio de Janeiro em caminhões.

Os caminhões com as armas adquiridas por Antônio saíam da Bolívia e/ou de Corumbá, e de Mato Grosso do Sul, seguiam para o interior de Mato Grosso. Do Estado vizinho, continuava por Caldas Novas, Uberlândia e Juiz de Fora, em Minas Gerais. Após o estado mineiro, ia para a BR-040 até chegar à capital fluminense.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions