A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2014 12:50

Problema de acessibilidade em rampa será resolvido em 2015, diz Defensoria

Ricardo Campos Jr.
Quando prédio foi cedido, rampa já estava de forma irregular, diz Defensoria (Foto: Marcelo Calazans)Quando prédio foi cedido, rampa já estava de forma irregular, diz Defensoria (Foto: Marcelo Calazans)

A Defensoria Pública estadual quer resolver “o mais rápido possível” em 2015 o problema na rampa da unidade do Fórum de Campo Grande, segundo informou ao Campo Grande News nesta quarta-feira (17). O prédio, segundo a instituição, foi cedido já com o acesso construído de forma irregular, conforme constatou vistoria técnica feita com apoio da Agesul.

Conforme o relatório, a “inclinação transversal é inadequada. Inclinação total também apresenta índice superior ao máximo admitido”. Foi constatada ainda a falta de piso tátil e corrimãos.

A Comissão de Estudo para a Promoção da Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência da Defensoria, criada para estudar o caso, irá abrir licitação para que seja contratado o projeto de reforma. O prédio do Fórum é o mais antigo do órgão. As demais unidades, segundo a assessoria, seguem todas as normas de acessibilidade.

MPE (Ministério Público Estadual) abriu investigação sobre o caso após denúncias de um deficiente físico que relatou dificuldades para entrar no prédio porque o acesso é muito íngreme. Uma solicitação para que seja informado se o órgão já se decidiu com relação às medidas a serem adotadas. O prazo para resposta é de 15 dias a contar do recebimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions