A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/08/2009 07:52

Proibida propaganda de remédios que "mascaram" gripe

Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou a suspensão de todo tipo de propaganda de medicamentos usados no tratamento da gripe comum e que podem mascarar situações de riscos de pessoas que tenham contraído o vírus H1N1, causador da chamada gripe suína.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira. Com a propagação de casos de gripe e preocupação das pessoas, empresas aproveitaram a oportunidade para intensificar as campanhas publicitárias. Isso está evidente, por exemplo, nos informes feitos através da televisão.

A medida da Anvisa suspende temporariamente as propagandas de medicamentos isentos de prescrição médica à base de ácido acetilsalisílico bem como os analgésicos/antitérmicos e dos destinados ao alívio dos sintomas da gripe, base de paracetamol,dipirona sódica, ibuprofeno e associações. O veto abrange todos os meios de comunicação de massa, inclusive a internet.

Também estão proibidas atuações de promotores de vendas nos estabelecimentos, estimulando a aquisição e uso de remédios.

"A suspensão é necessária em razão de circunstância especial de risco à saúde identificada pela elevação dos casos da Influenza A (H1N1) no Brasil, juntamente com a vulnerabilidade das pessoas que estão supostamente acometidas pela doença e daquelas já diagnosticadas, e ainda, pelo risco inerente do uso desses medicamentos por essas pessoas, na medida em que os mesmos são capazes de mascarar uma situação de risco à saúde", informa a resolução de nº 43 da Vigilância Sanitária.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions