A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/05/2010 14:30

Promotor ameaçado de morte é escoltado pela Polícia

Redação

Policiais do setor de Políticas de Segurança Pública do MPE (Ministério Público Estadual) mantêm vigilância ao promotor Izonildo Gonçalves, de Costa Rica. Ele tem recebido ameaças de morte, conforme apurou a reportagem do Campo Grande News , em parceria com o site Hora da Notícia.

A cidade, que é distante 332 quilômetros de Campo Grande, tem pouco mais de 18 mil habitantes e enfrenta a tensão causada com a prisão do Oswaldo José de Almeida Junior, acusado de envolvimento no assassinato de um advogado e do atentado contra a ex-esposa. No caso da mulher, um homem invadiu o consultório e aplicou uma injeção na vítima, que é dentista.

O comandante do setor, coronel Teotônio da Costa, não dá detalhes da operação para preservar a segurança do promotor, que investiga os dois casos. Ele assegura que a situação está sob controle. "Trata-se de um risco aceitável. Mantenho a linha de vigilância branda", garante.

Ele explica que desde a morte do advogado Nivaldo Nogueira de Souza, ocorrida dia 23 de março de 2009, faz monitoramentos na cidade. No mês passado houve reforço no policiamento. As ações coincidem com a prisão de Oswaldo José de Almeida Junior, conhecido por "Dinho".

Ele é acusado de ser o mandante do assassinato do advogado e do atentado contra a dentista Josana Subtil de Melo, ocorrido em 07 de julho de 2009.

Oswaldo está em cela separada da delegacia da cidade. A reportagem apurou que ele foi separado do convívio dos outros presos devido ao risco que oferece. Já o delegado Cleverson Alves dos Santos, admite apenas que ele está em uma cela isolada dos outros 24 homens, para preservar as investigações.

Quem é preso ilustre - Os crimes dos quais Dinho é acusado são sempre cercados por mistérios. Todos correm em segredo de justiça.

No caso da morte do advogado, a suspeita é que o mandante teria tentado se vingar porque Nivaldo deixou de assisti-lo.

Já o atentado contra a dentista deixou a cidade assustada. O executor da ação, que pode ter sido coordenada por Oswaldo, invadiu o consultório e tentou injetar um líquido desconhecido na ex-esposa de Oswaldo.

Oswaldo está preso desde 27 de abril deste ano, em cumprimento ao segundo mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

A suspeita recaiu sobre ele quando, mo dia 17 de abril, Hilton Costa Silva foi preso por esfaquear Rodrigo Batista Flores, 39 anos. Ele forneceu informações relacionadas à morte do advogado e ao atentado contra a ex-esposa de Dinho.

O autor do atentado contra a dentista, Jair dos Santos Souza, 27 anos, também foi preso, em agosto, em Cassilândia, antes da primeira prisão de Oswaldo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions