A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

24/04/2017 08:34

Protesto contra paralisação de obra faz ‘pare e siga’ em pedágio da BR-163

Manifestação contra paralisação na obra de duplicação da rodovia federal por parte da concessionária CCRMSVia

Yarima Mecchi
Manifestantes bloqueiam passagem de veículos. (Foto: André Bittar)Manifestantes bloqueiam passagem de veículos. (Foto: André Bittar)

Cerca de 50 manifestantes bloqueiam na manhã desta segunda-feira (24) a BR-163, em Jaraguari - 44 km a norte de Campo Grande. O protesto é contra a paralisação na obra de duplicação da rodovia federal por parte da concessionária CCR MSVia.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal), até o fechamento deste texto, ainda não tem informações sobre quantos motoristas estão sendo prejudicados por conta da paralisação.

De acordo Walter Vieira dos Santos, presidente do Sinticop-MS (Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias da Construção Pesada e Afins), os bloqueios são de 10 minutos dos dois lados do quilômetro 533 da BR-163.

"Estamos bloqueado por 10 minutos e liberando por 10 também. Estamos panfletando contra a paralisação da obra de duplicação da rodovia e contra a demissão de dois mil trabalhadores", destaca.

Os manifestantes estão fechando a rodovia com faixas de repudio a ação a CCR MSVia. De acordo com o sindicato o panfleto entregue aos motoristas aborda três pontos: repúdio da dispensa coletiva de 2 mil trabalhadores; paralisação total da obra; cobrança de pedágio por parte da concessionária, sem investimento na rodovia.

"A BR da morte tem que ser duplicada e também não aceitamos que cobram pedágio sem investir", afirmou Walter.

De acordo com o sindicalista, durante a semana, as mobilizações poderão ocorrer nos pedágios da rodovia, nos trechos que passam pelos municípios de Sonora, São Gabriel do Oeste e região, que contempla Rio Verde do Mato Grosso e Coxim, além de Jaraguari, Campo Grande, Rio Brilhante, Dourados, Naviraí e Mundo Novo.

Carros parados por causa do protesto. (Foto: André Bittar)Carros parados por causa do protesto. (Foto: André Bittar)

Os protestos acontecem porque a CCR MSVia paralisou as obras da rodovia solicitando revisão do contrato junto a ANTT (Agencia Nacional de Transportes Terrestres). A concessionária alega necessidade de adequação de custos diante da crise econômica que atinge o País.

CCR MSVia - No site da concessionária tem um aviso para os motoristas sobre o bloqueio da pista.

"BR-163/MS: Pista sentido Norte com tráfego congestionado Obs: MANIFESTAÇÃO NO KM 533, REGIÃO DE JARAGUARI. km inicial: 533 / km final: 533".

A assessoria da CCR MSVia foi procurada, mas não se manifestou até a publicação deste material. 



Sempre,sempre o grande prejudicado é o cidadão, o contribuinte, que não tem absolutamente nada a ver com isso. Qualquer bêbado, se acha no direito de "cercear o sagrado direito de ir e vir do cidadão" previsto na Constituição!
O pior,estarrecedor é que a tão hábil PRF, assiste a tudo e faz olhos grossos e estas manifestações ilegais. Se quiserem se manifestar de verdade, porque não fecharam as entradas das catracas dos pedágios? deixando as passagens laterais livres para os motoristas?? Fazem protesto e o cidadão ainda paga o pedágio.
Uma vergonha, nessa Republiqueta de Bananas!
 
Barbarossa em 24/04/2017 10:23:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions