A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/11/2013 17:37

Prova de conhecimento da Educação traz "testo" em exame de português

Filipe Prado
Prova continha a palavra testos escrita com a grafia errada Prova continha a palavra "testos" escrita com a grafia errada

Enunciado de questão contida na prova da Saems (Avaliação Estadual Externa de Desempenho), realizada pela SED (Secretária de Estado de Educação) contém a palavra “testos”. As provas foram aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro para estudantes do 1º, 2º, 3º e 4º (quando houver) anos do ensino médio.

A denúncia partiu de uma aluna, de 17 anos, do 3º ano do ensino médio, de uma escola pública de Campo Grande, identificada como A. C. Ela diz que ficou indignada com o erro. “É um absurdo! Como que eles querem avaliar o aluno com erros como este? Ridículo”, comenta a aluna.

A palavra, em sua grafia correta é escrita com a letra“x” e não como está escrito no caderno de questões da avaliação, com “s”. A assessoria de impressa da Secretaria de Educação explicou que foi um erro de digitação, cometido pela empresa Caed, de Minas Gerais, que produz as provas.

Eles informaram que a própria empresa reconheceu o erro e relatou a secretaria, mas as provas já haviam sido impressas. A SED explicou o caso aos aplicadores das provas, que relataram o caso aos estudantes, antes de abrirem o lacre dos envelopes.



Caro Cleiton Sidney, acredito que o senhor não anda muito "atualizado", pois, o MEC já se pronunciou devido esse erro dizendo: “foi mantido na prova da mesma forma que era escrito na época, mantendo, assim, o contexto histórico”. A escolha foi por “questões didáticas”. Não teve erro na palavra, não sei se o senhor sabe, mais, há muito tempo a palavra GASOLINA se escrevia com Z.
 
Pamela Maria em 07/11/2013 14:10:02
Belo comentário Rafael Ferreira, com certeza você é auto-ditada, aprendeu tudo sozinho, nunca frequentou uma escola. Pois para desvalorizar tanto um profissional formador de opiniao! ficou claro na reportagem que foi erro da empresa que preparou o material e não de professores! Se os professores fossem valorizados pela sociedade e pelos governantes e tivessem um salario decente com certeza não precisavam fazer greve.
 
Nilda Silva em 07/11/2013 14:00:12
Prezado Valter, já fui educador e sei que tem muito professor bom pelo nosso estado, infelizmente não é a realidade da grande maioria esmagadora, no interior o problema se agrava, me desculpe se o ofendi em algum momento, não é minha intenção colocar todas as maçãs no mesmo saco, mas infelizmente o saco das maçãs podres está bem maior do que o saco das maçãs boas, e não é no nosso estado não é uma praga espalhada por todo o país, assim como médicos e advogados tem que prestar exame para exercer suas funções, acho que professores estaduais e municipais deveriam ser obrigados a prestar exame após a aprovação no concurso e mesmo a cada 5 ou 10 anos exercendo a função, professor que não se dedica se trumbica, e tenho certeza que bons professores esquecem algumas coisas com o tempo.
 
maximiliano nahas em 07/11/2013 10:57:18
nossa, havia questões com alternativas repetidas.. um absurdo mesmo isso..
 
juliana silva em 07/11/2013 09:30:01
uhuhu.galera, geração ctrl "c" e ctrl "v", mal sabe escrever. arri égua nóis é lá do mato, mais nóis sabe iscreve só.
 
jose carlos em 07/11/2013 09:12:16
E assim reina a incompetência em nosso serviço público lotado de apadrinhados.
 
Carlos Magno em 07/11/2013 08:57:21
Ora esse é o nível dos professores. Eles só querem aumento de salários e manipulam os alunos e seus pais e culpam os políticos pela incompetência.
Os politicos a cada 04 anos são testados (aprovados ou reprovados) os professores passam em um concurso desse nível e se acham intocáveis. dá licença né chega de greve de professores.
 
Rafael Ferreira em 07/11/2013 08:05:51
é Sr. Luiz Eugenio, que a incompetência a negociata e a politicagem barata faz parte da cultura do Brasil ja sabemos de longas datas, o que não sabemos é quando o povo brasileiro irá acordar e descer a borracha "nas urnas" nesta corja de políticos que riem dos comentários como os nossos em seus gabinetes, enquanto isso nas escolas de fachadas continua o baile...
 
Paulo Silverio de Oliveira Santos em 07/11/2013 07:59:22
A prova é feita em MG, por quê? Os aplicadores foram avisados? Há uma contradição, pois os alunos não foram avisados do erro e sim, avisaram o erro para os aplicadores da prova. O erro é grotesco, sem citar as alternativas das questões onde percebe-se que foi mal elaborada, pois não segue uma sequência de 5 alternativas ou 4 apenas. Estavam aleatoriamente, onde haviam questões com 5 e outras com 4. A SED deveria ter lido as provas antes da impressão, para que não ocorressem equívocos.
 
Letícia Nakamura em 07/11/2013 07:53:46
Sr. Anderson Silva somente a título de esclarecimento tendo em vista que o tema da reportagem é a ortografia da língua portuguesa. A palavra "auto escalão" deveria ser grafada com L "alto" pois dá sentido de elevado e auto com U produz sentido de próprio, pois foi o que o contexto demonstrou estar dizendo.
 
Airton Santos em 07/11/2013 07:53:45
Muito bom dia!
Infelizmente, a sociedade não valoriza de forma adequada os professores. Sintomas lamentáveis como esse começam a aparecer. Obviamente que a falta de cuidado do servidor ao imprimir e distribuir um material tão ruim! É o colapso! O pior ainda virá, infelizmente! Como se diz, a barata é feia, nojenta, transmite doenças e pode voar!
 
Daniel Cordeiro Calado em 07/11/2013 07:47:32
Eu fiz essa prova, estava escrito "Testo" mesmo... e o que tinha erros de "DIGITAÇÃO" vou te contar viu... eu não tinha como tirar a foto, pois o professor não deixou pegar celular na hora da prova!
MAIS È ACIM QUE FUNSIONA, BRAZIL EDUCASÃO SERO, COPA DO MUNDO DEIS!!
RIDÍCULOS!!!
 
Luis Fernando em 07/11/2013 07:45:16
O dia que os educadores do pais forem reconhecidos, e as pessoas tiverem prazer em ser professor isso não ira acontecer!
Existe um pais no mundo que advogado, juiz etc..., qualquer pessoa de auto escalão é tratado como um cidadão normal, e, um PROFESSOR, é tratado com um verdadeiro doutor(a), por isso eles esse pais é considerado uma potência mundial.
Agora em um pais que desde o presidente é manipulado ai fica dififcil!
 
Anderson Silva em 07/11/2013 07:07:04
Erros como estes não podem e nem devem ocorrer, ainda mais num sistema de avaliação. Mas o comentário do Maximiliano Nahas é um tanto pejorativo e desrespeitoso com os Educadores ao chamá-los todos de analfabetos. Sou educador, e sempre fiz e procurei fazer um bom trabalho na Escola Pública mesmo diante de tantos problemas. Um erro como este não pode diminuir o trabalho de todos que estão nas salas de aula enfrentando uma batalha diária no exercicio do ensinar o saber. E quanto a questão a SED enviou uma errata para todas as escolas para que os alunos do 3º Ano do Ensino Médio fossem avisados no início da avaliação e fizessem tal correção. Lembrando que recebemos as provas em envelope lacrado e que só foram abertos em sala no momento da aplicação. A empresa gráfica assumiu o erro.
 
Valter Queiroz em 07/11/2013 01:50:51
Erros como estes não podem e nem devem ocorrer, ainda mais num sistema de avaliação. Mas o comentário do Maximiliano Nahas é um tanto pejorativo e desrespeitoso com os Educadores ao chamá-los todos de analfabetos. Sou educador, e sempre fiz e procurei fazer um bom trabalho na Escola Pública mesmo diante de tantos problemas. Um erro como este não pode diminuir o trabalho de todos que estão nas salas de aula enfrentando uma batalha diária no exercicio do ensinar o saber. E quanto a questão a SED enviou uma errata para todas as escolas para que os alunos do 3º Ano do Ensino Médio fossem avisados no início da avaliação e fizessem tal correção. Lembrando que recebemos as provas em envelope lacrado e que só foram abertos em sala no momento da aplicação. A empresa gráfica assumiu o erro.
 
Valter Queiroz em 07/11/2013 01:50:22
Bom se isso é um absurdo,para quem prestou o ENEM em Outubro agora,se leu a prova,pode perceber que em umas das questoes de portugues,havia uma questao onde a palavra gasolina estava escrita assim "Gazolina"...
Revoltante néh???
Mais foi real!
 
Cleiton Sidney em 06/11/2013 21:49:37
Incrível, e não tinha corretor de texto no PC que foi digitado, ou o digitador não prestou atenção ou ficou com dúvidas de como escrever corretamente, e o que deixa triste é que nem os professores perceberam, foi uma aluna quem viu, parabéns para a A.C, e o nome da mesma deve ser divulgado ela merece uma medalha.
 
LOENIR GOMES DE ARRUDA em 06/11/2013 19:11:02
Senhor Maximiliano: sou educador e tenho, lamentavelmente, que concordar com suas palavras. Na educação de nosso estado, principalmente nos órgãos da secretaria de estado de Educação, ser imbecil e alienado parece o critério para ocupar cargos importantes. O erro é injustificável e nos envergonha.....
 
LUIZ EUGENIO DE ARRUDA em 06/11/2013 18:55:46
É triste se ver num país onde os educadores são analfabetos...lamentavel, a culpa não é de quem escreveu, mas sim de todos que leram e deixaram passar ou simplesmente se negaram a ler antes de mandar imprimir.
 
maximiliano nahas em 06/11/2013 18:00:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions