A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/09/2012 10:49

Puccinelli é a favor de prisão perpétua e contra fechamento da fronteira

Aline dos Santos e Paula Vitorino

"Sou a favor de penas mais duras. Não pode, com um sexto de cumprimento de pena, liberar latrocida"

Puccinelli ainda criticou medidas para legalizar a maconha. (Foto: Minamar Júnior)Puccinelli ainda criticou medidas para legalizar a maconha. (Foto: Minamar Júnior)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou ser a favor da prisão perpétua, mas contra a possibilidade de pena de morte. O debate sobre endurecer a punição contra os criminosos ganhou força em Campo Grande desde a última sexta-feira, quando dois universitários foram vítimas de latrocínio, o roubo seguido de morte.

“Sou a favor de penas mais duras. Não pode, com um sexto de cumprimento de pena, liberar latrocida. Não sou favorável à pena de morte, mas prisão perpétua. Imagina se quem faz esses códigos penais tivesse um membro da família assassinado brutalmente dessa forma. Um crime bárbaro como esse, não são pessoas da espécie humana, esses monstros”, declarou nesta quarta-feira, durante solenidade de comemoração dos 177 anos da PM (Polícia Militar).

O crime brutal também levantou o debate sobre a possibilidade de fechar a fronteira com a Bolívia e Paraguai. O alvo dos bandidos era a Pajero onde os jovens estavam. O veículo seria trocado por três quilos de cocaína na Bolívia. “A solução não é fechar a fronteira, mas a alma humana ser melhor. O que leva um sujeito a dar um tiro na nuca, e foi o segundo assassinato”, questiona.

Para o governador, o maior problema não é sair o carro pela fronteira, mas evitar o roubo. “Sou contra a legalização da maconha, de carro. Tem que ter um pouco de disciplina. Eu sou medico, corrói os neurônios do imbecil que fuma, ainda tem imbecis que defendem os imbecis que fumam”, disparou.

Os jovens Breno Luigi Silvestrini de Araújo, de 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos, foram rendidos após saírem do Bar 21, no bairro Miguel Couto. Eles foram executados em Indubrasil. A quadrilha seguiu viagem até Corumbá, onde a Pajero foi localizada.

Foram presos Dayane Aguirre Clarindo, de 24 anos, o marido dela, Rafael da Costa Silva, de 22 anos, Weverson Gonçalves Feitosa, de 22 anos e Raul Andrade Pinho, de 18 anos. O crime ainda envolveu um adolescente de 17 anos, irmão de Rafael, que dirigiu o carro que os bandidos utilizaram para chegar até as vítimas.



Prissão perpétua tem que ser pra crime de colarinho branco, desviu de verbas governamentais, propinas nas licitações, caixa 2 no estado, na prefeitura, na camara de vereadores e dos deputados, desviu de verbas do asfalto, da saúde, dos coletivos urbanos, né seu governador?
 
Ezacheu Carvalho em 05/09/2012 12:10:28
Pouco adiantam penas mais duras quando a maioria dos criminosos nunca é pego. O principal fator favorecendo os criminosos é a impunidade. A taxa de punição deve subir até bem acima de 50%, ou seja: um criminoso tem que saber que tem mais chance de ser punido do que de ficar impune. Aumentar as penas enquanto cada criminoso sabe que é baixo a chance de ser punido resolve nada. Aumenta a eficiencia!
 
Marcos da Silva em 05/09/2012 11:47:21
Sem entrar no mérito da questão, entendo ser lamentável que o Governador do Estado desconheça o que é cláusula pétrea da Constituição Federal, sendo que uma delas, querendo ou não, justamente é a da vedação de prisão perpétua!!! Não adianta alimentar na comunidade, sobretudo após fatos trágicos e cruéis, idéias populistas e que, ao menos em termos constitucionais, impossíveis de concretização
 
Roberto Ferreira Filho em 05/09/2012 11:37:26
E O CONSIGNADO DO ESTADUAL ????
 
MARCO ANTONIO NOGUEIRA em 05/09/2012 11:28:22
Tá sabendo legal o governador, latrocínio é crime hediondo, logo tem progressão de regime com 2/5 da pena. Enfim, mesmo assim acho pouco....
 
Rafael Carvalho em 05/09/2012 11:25:30
as leis do país são fraquíssimas, ainda mais que agora iremos sustentar esses criminosos na prisão, isso não deveria existir, concordo com a prisão perpétua, não sei pq nao existe aqui, pena de morte... simplesmente iriamos nos rebaixar ao nivel deles e seu contra a isso, mas tinha msm é que deixar eles na cadeia para sempre e tirar essa loucura de bom comportamento.
 
William Souza em 05/09/2012 06:19:00
Deveria ter mesmo, principalmente para os políticos corruptos.
 
Neila Farias em 05/09/2012 04:38:27
Na realidade esse tipo de discussão suscita paixões e o foco acaba sendo desviado. Tudo bem, tudo certo em relação à impossibilidade de termos pena de morte por conta de nossa Constituição, Carta Magna, cláusula pétrea e scambau! Como visto, são muitos os entendidos, tanto de "leis" quanto de desvio de "foco", agora o que eu, simples cidadão, não suporto mais é a escalada vertiginosa da violência.
 
Jadilvam Francisco em 05/09/2012 04:09:54
Boa meu governador!! Vamos construir mais alguns presídios!! Que tal???
 
Agus Maciel em 05/09/2012 03:47:00
Sou favorável à prisão perpétua. Nesse ponto concordo com o Governador. Indivíduos que são capazes de cometer um ato de tamanha bestialidade devem ser excluídos do convívio social.
 
JOSIBERTO MARTINS DE LIMA em 05/09/2012 03:31:53
Concordo com quase tudo com o que o Ezacheu Carvalho disse, exceto com a pena de prisão perpétua. Já que para isso é necessário mudar a Constituição, então prefiro que seja pena de morte, pois quem comete esses crimes é responsável por muitas mortes (mortes nas estradas porcamente conservadas, nos precários hospitais,etc) e sofrimento do povo, o mesmo povo que confiou e o elegeu.
 
Hugo Fernandes em 05/09/2012 03:04:26
... a nossa Constituição Federal ainda vigente, e nesta conforme a alínea b) do inciso XLVII do art. 5º temos que "...não haverá penas: (...) de caráter perpétuo;"
Tal costituição foi feita no contexto pós Ditadura Militar ganhando a alcunha de "Constituição Cidadã", neste aspecto fica mais fácil entender o porquê da vedação de pena de morte e prisão perpétua. (...)
 
Régis Marlo - em 05/09/2012 03:01:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions