A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/09/2009 08:00

Ranking de maiores bairros muda na Capital

Redação

A construção de casas populares pelo Governo Estadual e pela prefeitura mudaram o ranking dos maiores bairros de Campo Grande em sete anos. As mudança mais expressivas foram as posições dos bairros Nova Lima, que pulou da 5º para a 2ª posição no ranking de bairro mais populoso, Centro-Oeste e Panamá, que passaram a figurar entre os 10 maiores da cidade.

Construído há mais de 20 anos pelo Governo estadual na saída para Sidrolândia, o Conjunto Aero Rancho, com 9.845 imóveis em 2007, continua sendo o maior e mais populoso de Campo Grande. Segundo o Sisgran (Sistema Municipal de Indicadores Georreferenciados para o Planejamento e Gestão de Campo Grande), a região segue líder do ranking, apesar da redução de 21% em relação ao ano 2000, quando eram 12.501 domicílios.

A mudança mais expressiva ocorreu no segundo lugar. O bairro Nova Lima, impulsionado pelos conjuntos residenciais construídos pela prefeitura e pelo Governo estadual, como Tarsila do Amaral, Vida Nova e José do Couto Tavares, acumula crescimento de 60% no número de domicílios em sete anos, de 5.467 para 8.779.

Com a perspectiva da região receber o Shopping Iguatemi, que duplicou o valor dos imóveis na região, o Nova Lima desponta em condições de assumir o posto de maior bairro de Campo Grande na próxima década.

Região Oeste - Em terceiro lugar está o Bairro Santo Amaro, com 7.073 residências, aumento de 11,4% em relação a 2000, quando eram 6.347. A região estava em segundo lugar há sete anos.

A região leste também vem crescendo na Capital. O 10º bairro mais populoso, o Jardim Panamá, que cresceu 22,9% no período, está situado na região. Segundo o Sisgran, o Panamá tem 5.195 domicílios, contra 4.011 de 2000.

Os dois bairros serão contemplados por uma das principais obras do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) no Estado, o programa Imbirussu Serradinho, que prevê investimentos de R$ 41 milhões na construção de avenida marginal entre as avenidas Duque de Caxias e Euller de Azevedo.

Moreninhas - Já é lenda em Campo Grande que o bairro mais populoso é o Conjunto Moreninhas, formado pela Vila Cidade Morena e os I, II e III. No entanto, conforme o levantamento do Planurb (Instituto de Planejamento Urbano), a região despencou uma posição de bairro mais populoso em sete anos, da 3ª para a 4ª posição.

O número de domicílios no bairro cresceu apenas 10% em sete anos, de 6.112 para 6.726. Como outros conjuntos crescem num ritmo muito maior. Em sete anos, o Jardim Centro-Oeste, na região sul e na saída para São Paulo, cresceu 175% em sete anos, de 2.312 para 6.368 domicílios.

O Centro-Oeste vem sendo impulsionado pela construção de conjuntos populares e tem perspectivas de avançar mais. Somente o Conjunto Residencial Ramez Tebet, que está sendo construído pelo Governo estadual, deverá ter mais de 800 unidades, número suficiente para superar a Moreninha. Há sete anos, o bairro não figurava nem entre os 10 mais populosos da cidade.

O Bairro Tiradentes, que teve crescimento de 12,6%, de 5.852 para 6.590 domicílios no período, caiu uma posição, de 4º para 5º lugar. O Universitário, localizado na saída para São Paulo, teve aumento de 10,3%, de 5.455 para 6.019, caiu de 6ª para 8º lugar.

Nasser

Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions