A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

08/07/2017 16:30

Ranking nacional tem Campo Grande e Corumbá entre as 30 mais seguras

Ricardo Campos Jr.
Instituição levou em consideração o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidades de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito.(Foto: arquivo Campo Grande News)Instituição levou em consideração o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidades de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito.(Foto: arquivo Campo Grande News)

Campo Grande e Corumbá estão no ranking das 30 cidades mais seguras do Brasil feito pela organização internacional Connected Smart Cities, da consultoria Urban Systems. O estudo levou em consideração seis critérios: o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidades de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito.

A Capital obteve pontuação de 1,3 e ficou em 26º lugar entre as analisadas, enquanto a Cidade Branca ficou em melhor posição, 21ª, com 1,332 ponto.

Segundo reportagem da Revista Exame, para cada um dos itens levados em consideração as cidades receberam uma determinada pontuação, cujo máximo poderia alcançar seis. O fato dos municípios de Mato Grosso do Sul terem aparecido no ranking com notas abaixo de 2 reflete que a segurança ainda é um setor que carece de investimentos.

Vinhedo (SP), que ficou em primeiro lugar na lista, por exemplo, obteve nota de 2,172. Em relação à pesquisa anterior, o município paulista subiu duas posições, resultado da implantação do GGI (Gabinete de Gestão Integrada), criado para propor soluções para os principais problemas que refletem na criminalidade e violência.

Já o município nordestino de São Miguel dos Campos (AL) subiu 16 posições e ficou em terceiro lugar com 1,639.

Tanto Campo Grande como Corumbá não apareceram na lista do ano passado, dessa forma a própria colocação entre as 30 mais seguras é um indicativo de que as cidades estão no caminho certo, embora possam melhorar o índice.

Em 13 anos, segundo a Exame, os gastos com segurança pública aumentaram mais de 220% nos últimos 13 anos (2002 a 2015), mas somente o dinheiro não resolve problema, já que a cada nove minutos, uma pessoa é assassinada no Brasil segundo dados do FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions