A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/06/2011 15:48

Jovem espera que demora de até 30 dias para consulta termine com resolução

Paula Vitorino

Mesmo com situação grave de saúde, estudante espera até 30 dias por consulta

Lais Nunes, de 22 anos, enfrenta toda vez que precisa marcar com médico pelo seu plano de saúde particular, a Unimed.
Lais Nunes, de 22 anos, enfrenta toda vez que precisa marcar com médico pelo seu plano de saúde particular, a Unimed.

Até 30 dias para consulta, se tiver sorte. Essa é a média de espera que a estudante Lais Nunes, de 22 anos, enfrenta toda vez que precisa marcar consulta pelo seu plano de saúde particular, a Unimed.

A saga faz parte da rotina da jovem há cerca de dois anos, desde que ela aderiu ao plano, mas está com os dias contados segundo resolução publicada hoje no Diário Oficial da União.

A medida determina prazos máximo de 7 dias a 14 dias, dependendo da especialidade médica, para o usuário dos planos de saúde esperarem por uma consulta. As operadoras têm 90 dias para se organizar e se adequar às novas regras.

Mas apesar da exigência, a estudante tem dúvidas sobre o real cumprimento dos prazos nos atendimentos. “Acho que vai continuar a mesma coisa, não vão cumprir totalmente”, acredita.

Para a resolução ser cumprida, ela sugere que exista uma fiscalização. “Tem que ter uma fiscalização em cima para cumprir, mas isso não acontece com os planos de saúde. Só quando acontece um caso de escândalo é que vão ver que não cumpriram as determinações”, alerta.

A estudante ainda teme que mais médicos deixem de atender pelo plano de saúde após a determinação.

Espera - Lais precisa ir regularmente ao ginecologista e ao gastroenterologia por conta de problemas com refluxo e ciclo menstrual. Mas mesmo em casos de urgência, as consultas com os especialistas da Unimed são agendadas com até 30 dias de espera.

No início deste mês, no dia 3, ela precisou com urgência ser atendida pela gastro, mas a secretária informou que só tinha horário depois do dia 31. Mesmo explicando seu estado de saúde, a jovem só conseguiu uma promessa da atendente em tentar um encaixe e depois dar retorno, mas quinze dias após isso não aconteceu.

“Falei que era um caso grave, que estava com sangramento, mas a secretária falou que a médica tinha viajado um tempo antes e por isso a agenda dela ficou apertada. Mas isso sempre acontece, toda vez é essa demora”, afirma.

Cada vez que precisa de uma consulta com a especialista, ela espera em média um mês para ser atendida.

A estudante também relata que enfrenta o mesmo problema com outras especialidades e frequentemente ouve de amigos e familiares as mesmas reclamações sobre a espera.

“Só consegui diminuir pra cinco dias a consulta com a ginecologista depois que ela viu meu quadro clínico. Mas antes disso demorava uns 20 dias pra um horário”, diz.

No início do ano, o Campo Grande News mostrou que ainda mais grave é a situação de quem depende de pediatras, quando a consulta chega a ser marcada depois de 3 meses.

Sem saída - O descaso no atendimento causa indignação na jovem, já que ela paga mensalmente R$ 189 pelo plano de saúde para ter um serviço de qualidade. Em cada consulta também paga o valor de R$ 26.

“Fico indignada, porque a gente paga caro pelo plano de saúde e o atendimento dá quase a mesma coisa que o SUS (Sistema Único de Saúde)”, reclama.

No entanto, ela afirma que o paciente não tem muita escolha e acaba ficando refém do serviço.

“Depois da primeira consulta você acaba ficando preso do médico e do plano. Porque se você for procurar outro vai ter que repetir todos os exames, ter mais gasto e espera até chegar ao mesmo diagnóstico”, denuncia.

Estudante de direito, ela ainda ressalta o problema da falta de atenção dos clientes ao assinar o contrato com as empresas, que muitas vezes “maquiam” as cláusulas.

“A maioria das pessoas não conhecem seus direitos e assinam o contrato pelo valor, não pelo que diz. Aí só descobre das falhas quando precisa de um serviço e tem de entrar na justiça”, alerta.

Resolução - A Unimed informou por meio da assessoria que ainda serão definidas as diretrizes para o cumprimento da resolução, após uma reunião entre a diretoria. Mas garantiu que a empresa irá se adequar a exigência dentro do prazo de 90 dias.

De acordo com a exigência da ANS (Agência Nacional de Saúde), os beneficiários dos planos de saúde não poderão esperar mais que sete dias por uma consulta com especialistas das áreas de pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia.

Para as outras especialidades o prazo de espera será de até 14 dias. Para consultas e sessões com fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, terapeutas educacionais e fisioterapeutas o prazo de espera terá que ser garantido pelas operadoras em até dez dias.



Bah,mas lá no Paraná é demais tche!
 
antonio luis em 21/06/2011 10:52:30
A Lais está com toda razão. Estou tentado há mais de um mês conseguir uma consulta na ginecologista para minha filha, quando falo que é da unimed só tem vaga pra daqui a dois meses isso porque ela já é paciente imaginem se não fosse.Quem sabe agora esses médico tomem vergonha na cara e lembrem do juramento que fizeram quando se formaram.
 
laudejane pereira de sousa em 21/06/2011 08:50:21
Fico imaginando se, com UNIMED (que pago regiamente todo os meses), temos de esperar 30, 60 dias por uma consulta, como está então a situação daueles que dependem do SUS ou postos de saúde? Está na hora de passarmos a responsabilizar os planos de saúde por omissão de socorro e até por homicídio com dolo eventual pelas mortes que essas possíveis omissões deles possam causar. De que forma uma secretária de consultório, leiga e por telefone, pode avaliar o estado de saúde de alguém ? Cabe ainda pedirmos indenizações; quem sabe mexendo no bolso desses planos de saúde e seus associados conseguiremos talvez sensibilizá-los.
 
celia maria em 21/06/2011 07:46:19
alem de pagarmos um absurdoo no plano de saude, o atendimento é pessimo, muitos especialistas bons que procuramos nao estao assossiados a UNIMED, porque seraa?porque a unimed paga mal!! ai vai procurar uma consulta particular fora do plano é no minimo 150/ 200,00 !!
para marcar consulta é sempre a mesma coisa, a primeira coisa que as secretarias nos perguntam é o plano , se for da UNIMED ....como sempre so tem vaga para um mes depois....Nem o para quem usa o SUS nao demora tanto assim!
Pagando um Plano de saude em busca de um atendimento melhor, agilidade, comodidade, qualidade...porem deparamos com o contrarioo!


ISSO ME DEIXA INDIGNADA!
 
Dayanna Marcelino em 20/06/2011 10:42:11
O que realmente não presta é a UNimed desse Estado de pessoas inescrupulosas. Tenho a Unimed Dourados, faço questão de ir ser atendido no Estado do PR, pois lá chego em Cascavel no mesmo dia e, dificilmente não sou atendido na hora, no máximo se tiver algum exame mais complexo que ficamos para o outro dia. O que acontece é que os próprios médicos tentam enganar seu coloegas e, quem paga a conta é quem realente paga seus salários.
Se pessoas desonenstas perdessem seus direitos de clinicarem, ou tivessem que desembolsar o que o cliente gastou, com certeza não estaria esa "zona" de planos de saúde nesse Estado de "homens sérios".
Por qeu aqui cadeia, é sópara pobre, não vi até agora nenhum édico desonesto, os pessoas influentes presos.
Mas também quem vai se preocupar com planos de saúde, os politicos pagam particular e são reembolsados com o dinheiro dos impostos que os "trouxas" pagam, então pra que Direitos humanos se preocuparem com isso, né?`Plano de saúde é coisa de pobre.
 
Kamél El Kadri em 20/06/2011 08:32:10
q tal cobrarem o mesmo do serviço publico
 
Carlos Marchi em 20/06/2011 08:26:32
esta faltando e homem neste país, pra fazer lei, e cumprir, a unimed e fort do que nossa lei. isso daí não da em nada. continua votando nós mesmo!!
 
daniel mendes neto em 20/06/2011 07:46:42
Concordo com a Eliane, fiz a mesma coisa, e no mesmo dia já ligaram do meu plano de saúde, para saberem o que eu necessitava, etc. e tal. 15 dias depois ligaram da ANS, para saber se eu havia sido atendido, como tinha conseguido o atendimento, fecharam a reclamação.
 
Adriano Roberto dos Santos em 20/06/2011 05:46:49
Vou procurar a ANS pra ver se ela me ajuda a resolver uma questão de prótese dentaria que a UNIMED CAMPO GRANDE perdeu durante uma cirurgia que fiz a 50 dias já procurei por todos lá dentro e só ficam me repassando de setor ou empurrando de um pro outro a questão e ninguem faz nada. Quero reembolso pois tive que fazer outra.....
 
Mariluce Gomes de Alencar em 20/06/2011 05:36:17
Essa pago para ver!!! a Cassems não é diferente.
Em 2009,entrei na justiça para conseguir fazer uma cirurgia de vídeo.Tive sorte,o juíz determinou em menos de 20 dias, que plano o autorizasse o procedimento cirurgico.
Já em 2010,tive uma complicação nas mamas (D/E).O especialista solicitou primeiro punção na mama Direita. Dias após,punção na mama Esquerda,mais uma vez tive que brigar.Por que o tal médico do plano, que estava de perito(não é especialista em mastologia),INDEFERIU meu exame e ainda fez o seguinte questionamento: Você fez punção, há pouco tempo na mama Direita e agora quer na esquerda? a pergunta não poderia ser mais imbecil...primeiro não se questiona o laudo ou pedido de um especialista.Segundo, até onde sei...as mulheres têm "Duas" mamas.
Resumo da ópera,após um forte estresse foi DEFERIDO por outro perito,dessa vez uma MÉDICA. Após todos os resultados,fiz com Urgência cirurgia em ambas as mamas.
Quanto a essa ANS, é outra que não confio.Sempre que necessitei deles,nunca fui atendida.Inclusive,na época da cirurgia indeferida,ficaram do lado do plano.Se não fosse, minha persistência e um excelente Juíz, teria de desembolsar para pagar tudo.
Outra coisa que tenho obeservado, é a frieza e despreparo de ALGUNS peritos.Já vi e ouvi coisas, que até Deus duvida que tenha vindo de um perito.Começando pela grosseria,nem as atendentes suportam...imagine um paciente frágil com sua patologia.Que desculpe-me os bons profissionais da área.
Sugiro a toda população usuária desses planos,que fiquem atentas aos INDEFERIMENTOS,por parte dos peritos.Lutem pelos seus DIREITOS,nem sempre os "Drs. Peritos"estão com a razão.
Já no que se refere, as consultas com mais de trinta dias, acho difícil regularizar.A população cresceu muito e os especialistas são poucos.
Se pressioarem os médicos especialistas,corremos o risco de perde-los.Pois os bons profissionais, não vão prestar um atendimento insatisfatório aos seus pacientes, o que na realidade não é ético.
Espero que encontrem um meio ético e humano, para que tudo se resolva da melhor maneira possível.E que ambos, médicos e paciente saiam satisfeitos.
 
neyde de oliveira em 20/06/2011 05:26:44
É ainda da para acreditar no nosso BRASIL, é só a sociedade se mobilizar, e cobrar, o que não pode é ficar de braços cruzados, temos que ir a rua e parar de falar que não gostamos de politica..Vamos discutir, quem serão os candidados a vereadores, a prefeito, dentro da nossa casa, com nossos familiares, através de discusão, chame esses candidatos para uma reuniõa familiar, cobre deles responsabilidades com a sua função. O que não podemos mais é dizer a velha frase de BURRICE...- olha politica, RELIGIÃO E FUTEBOL NÃO DISCUTO..é isso que eles querem...lute..lute..cobra......e viva o BRASIL por mais uma conquista....
 
marco pereira em 20/06/2011 04:19:19
É muito facil conseguir que voce seja atendida é só fazer uma denuncia no site da ANS, eles são extremamentes competentes, educados e atenciosos, pode parecer incrivel um setor público como a ANS funcionar como ORGÃOS DE PRIMEIRO MUNDO. Eles fazem uma notificação com prazo de resposta e se não tem justificativa, os planos tem que pagar uma multa violenta, dai os planos entram em desespero e te atendem rapídissimo!!!
Já usei os serviços da ANS e obtive sucesso na solicitação.
Boa sorte
 
ELIANE CASTELO em 20/06/2011 04:18:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions