A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

21/07/2009 08:01

Reunião entre oficinas e seguradoras não teve consenso

Redação

Na última sexta-feira representantes de seguradoras de veículos e da Assorauto (Associação das Oficinas de Reparação de Veículos Automotores de Mato Grosso do Sul), estiveram reunidos, mas não chegaram a um consenso e está mantida a posição das oficinas, de limitar e até suspender o atendimento a veículos segurados a partir do dia 3 de agosto.

O presidente da Assorauto afirma que os representantes pediram as planilhas de custos às oficinas, para que sejam encaminhadas às matrizes. "Vou levantar com as oficinas, mas o que querem é ganhar tempo. A segura sabe quanto custa uma hora de serviço", diz Aderval Lachi.

O principal impasse é quanto o pagamento da mão-de-obra. O pleito é de pagamento R$ 35,00 a R$ 40,00 por hora de serviço prestado(pela mão-de-obra) e há várias companhias que pagam de R$ 15,00 a R$ 20,00.

De 600 a 700 segurados ao mês, essa é a média de atendimento das seis oficinas de Campo Grande que anunciaram a restrição de atendimento em comunicado veiculado nos jornais. São elas: a Reta, Copersucar, Mecânica Carlinhos, Miro Auto Mecânica, Grinkar Auto Sul e Pintacar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions