A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/06/2010 11:42

Roubo leva pastores a reforçar segurança de igrejas

Redação

Os furtos frequentes fazem com que as igrejas tomem medidas de segurança para dificultar a ação de criminosos. Alarmes, grades e câmeras de segurança passam a ser vistos com frequência nos locais de oração.

A 3ª Igreja Batista, na avenida Calógeras, será uma das que investirá em câmeras e cerca elétrica. Ontem, por volta das 10h, dois homens invadiram o local e levaram R$ 3 mil reais e jóias.

O pastor Alberto Jorge de Oliveira disse que cuidava dos afazeres juntamente com outras pessoas quando foram surpreendidos por dois homens com pistolas, que pularam o muro. Eles renderam três pastores e três funcionários que também estavam na igreja.

Oliveira chegou a pensar que fosse uma brincadeira, já que confundiu um dos assaltantes com um amigo: "Após a ameaça e de nos mandar deitar no chão, percebi que não era brincadeira", revela.

Os bandidos pediram para que o cofre fosse aberto e avisaram que não machucariam as pessoas, desde que ninguém os olhasse ou tivessem reação. Uma das funcionárias abriu o cofre, que continha R$ 3 mil reais e algumas jóias.

O pastor explicou que o dinheiro que estava ali foi arrecadado em eventos beneficentes para a construção de uma capela, inclusive as jóias. "Não costumamos deixar dinheiro aqui na igreja, foi apenas por causa da construção", lamentou.

Os ladrões levaram apenas o dinheiro. Na igreja também havia instrumentos musicais e computadores. "Eles devem ser profissionais, pois foram direto no dinheiro. O tempo todo nos dominaram com palavras, sem violência ou agressão", comentou Oliveira.

Eles também levaram dois celulares, mas o pastor acredita que foi para evitar que chamassem a Polícia: "Eles nos mandaram ficar deitados por cinco minutos após saírem".

A igreja possuía um sistema simples de alarme, para ser acionado na ausência das pessoas. Agora, pretendem investir em mais medidas, como cerca elétrica e câmeras de circuito interno: "Brasileiro é sempre assim, só investe em segurança quando algo acontece", ressalta Oliveira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions