A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/05/2010 08:50

Santa Casa avisa que paciente grave ficará em ambulância

Redação

O Siems (Sindicato dos Trabalhadores na área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) apresenta cópia de documento encaminhado pela diretoria técnica da Santa Casa com determinação para que pacientes do interior em estado grave não sejam mais encaminhados ao hospital, diante de uma situação caótica no Pronto Socorro adulto.

No oficio, com data de 21 de maio, também é esclarecido que, caso a solicitação não seja respeitada, "pacientes graves ficarão dentro de ambulâncias, no pátio do hospital, até que a situação de lotação do pronto socorro seja contornada". Cópias foram enviadas à Central de Regulação de Vagas do Estado, aos Bombeiros e ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

No dia do documento, às 7h, havia 11 pacientes no corredor da sala de gesso, aguardando centro cirúrgico e outros 11 a espera de vaga em CTI (Centro de Terapia Intensiva).

De lá para cá, a situação não mudou, diz a presidente da entidade, Helena Delgado. Na noite de ontem, mais da metade dos 12 pacientes internados na emergência da Santa Casa necessitava de respirador. Sem equipamento disponível, os profissionais de enfermagem faziam a ventilação manual.

O problema não é recente, há muito é denunciado pelos funcionários, mas segundo a presidente do Siems, nunca houve uma condição tão precária, mesmo com a inauguração em março de 15 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na Santa Casa. Sem mudanças, a entidade não tem dúvidas de que pessoas estão morrendo por falta de estrutura básica.

"

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions