A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/02/2011 16:30

Saúde descarta morte por dengue; número de casos passa de 3 mil em MS

Marta Ferreira

Mais de 1,5 mil são em Campo Grande

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul descartou que tenha sido dengue a causa da morte do vereador de Bandeirantes Gedeão Nogueira da Rocha (PT), de 56 anos, que morreu na manhã do dia 7 deste mês em Campo Grande.

Há ainda uma morte pela doença em investigação ainda, no município de Aquidauana.

O dado consta do boletim desta semana sobre o avanço da dengue no Estado, que aponta o registro de 3.123 casos no Estado, 590 a mais do que na semana anterior. Isso significa que houve

Do total de casos do Estado, 1.523 são em Campo Grande, ou 48%, segundo o boletim divulgado nesta tarde, atualizado até o dia 12 de fevereiro.



Como querem combater a dengue, se não conseguem fazer com que um irresponsável, proprietário de imóvel na rua josé ribeiro sá carvalho, 1240, tomada pelo mato(local ideal para soltarem a onça do parque) e tornando-se criadouro de larvas do transmissor da Dengue?
 
Luis Antonio Pereira em 17/02/2011 09:27:29
As pessoas só esquecem de um detalhe, o problema que estamos enfrentando com a dengue não é só do município/governantes e sim da população que não tem a mínima responsabilidade e vergonha cara de zelar pelo meio em que vive, onde vamos nesta cidade encontramos lixos e mais lixos desprezados de qquer forma pelas ruas e vários outros locais impróprios.
Enquanto não morrer centenas de pessoas por causa desta doença as pessoas não se conscientizarão do mal que fazem a elas mesmas.
 
Maria de Lourdes em 17/02/2011 08:06:22
Não podemos mais votar em candidatos que tem "diploma de curso superior", já está mais que provado que "todos" os candidatos que se exibiam sendo "DR.", se acham mais espertos que o resto da população e tudo que se toca vira merda.
É de conhecimento de toda a populaçao que nossa saúde está doente, nada funciona, a dengue está aí, derrubando muita gente e, ainda ficam manipulando dados para não dizerem que nosso Estado está acabado. Aqui só o exército para dar conta, tem que ser uma verdadeira operação de guerra, mas tem que fazer uma limpa igual fizeram no Rio de Janeiro. Quem sabe daí sobra alguém que tome as dores da população sulmatogrosense, tão sofrida e que pagamos nossos imposto muitas das vezes deixando de comprar comida para nossos filhos, para encher pança de malandro.
 
Kamél El Kadri em 17/02/2011 06:44:27
Em meio a greve e dengue em alta, secretário de Saúde tem férias suspensas
O secretário de saúde pública de Campo Grande, Leandro Mazina, teve as férias suspenas em despacho do prefeito Nelson Trad Filho publicado hoje no Di...
Saúde investiga duas mortes por dengue, incluindo vereador de Bandeirantes
No ano, Estado já registra 2,5 mil casos da doençaMato Grosso do Sul acumula, em 2011, 2.533 casos de dengue, segundo o boletim divulgado hoje pela ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions