A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/02/2009 11:52

Saúde garante R$ 2,9 milhões para média complexidade

Redação

O Ministério da Saúde garantiu o repasse de R$ 2,9 milhões para Mato Grosso do Sul para serem utilizados nas cirurgias eletivas de média complexidade, em 2009.

De acordo com portaria publicada na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União, os repasses serão feitos mensalmente direto para o município, de acordo com a quantidade de procedimentos e somente após a comprovação dos mesmos.

Conforme a portaria, serão repassados do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal de Dourados, R$ 832.045,50. Segundo dados do Ministério, a quantia é para atender também Amambai, Aral Moreira, Caarapó, Caracol, Deodápolis, Douradina, Glória de Dourados, Iguatemi, Itaporã, Laguna Carapã, Naviraí e Tacuru.

Para Campo Grande há R$ 1.790.554,50. De acordo com o Ministério, o dinheiro é para atender a população também de Dois Irmãos do Buriti, Miranda, Ribas do Rio Pardo, Rochedo e Terenos.

Para atendimento a São Gabriel do Oeste, Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde e Sonora, são R$ 196.101.

O Fundo Municipal de Ivinhema deve receber o total de R$ 73.770,75, para atender também Angélica e Novo Horizonte do Sul.

O Ministério da Saúde garantiu R$ 41.123,25 para o Fundo Municipal de Saúde de Costa Rica.

Sem atendimento- A Santa Casa está desde o início do ano sem fazer cirurgias eletivas. Os médicos paralisaram os procedimentos porque querem o aumento no repasse do SUS (Sistema

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions