A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

10/09/2018 10:15

Secretaria vai manter concurso e apurar responsabilidade de vazamento

Uma candidata que fez a prova de digitação levou o teste, o que não é permitido, e, pelo menos, 30 pessoas denunciaram caso à polícia

Mayara Bueno
Governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).Governadoria, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).

A Secretaria de Administração e Desburocratização de Mato Grosso do Sul afirmou nesta segunda-feira (dia 10) que o concurso da Polícia Civil seguirá normalmente. A informação da pasta ocorre depois que candidatos denunciaram vazamento de conteúdo das provas.

Em nota, a Secretaria esclarece que vai "tomar todas as providências sobre o ocorrido na prova de digitação da Polícia Civil". Contudo, o fato não causa nenhum prejuízo, "conforme nota da Comissão Organizadora".

Trata-se, acrescenta, de um caso isolado, "em atitude dolosa e irresponsável de apenas uma candidata". Dezenas de concorrentes foram à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, no domingo (dia 9), após circulação de "prints" do texto em grupos de Whatsapp.

As provas para escrivão e investigador desta 5ª fase do processo seletivo começaram a ser aplicadas no sábado (dia 8) e tiveram continuidade ontem, tanto de manhã quanto à tarde. Houve relatos de que os conteúdos começaram a circular na internet no sábado.

A prova é impressa, os candidatos assinam e a deixam com os fiscais. Mas, segundo a comissão organizadora, uma candidata levou a prova, o que não é permitido. Em Campo Grande, 874 candidatos foram convocados para esta fase - não se sabe ainda quantos faltaram.

A nota da Secretaria de Administração encerra afirmando que o concurso da Polícia Civil "segue seu trâmite normal, tendo como próximas etapas as fases de investigação social e curso de formação".

Mesmo assim, os concorrentes prometem levar a situação ao MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), ainda neste segunda-feira, e pedir a anulação da concorrência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions