A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/01/2010 08:21

Secretário diz que não tem como conter avanço de erosão

Redação

Operários continuam trabalhando na remoção da tubulação metálica da cratera aberta na Avenida Ceará, entre a Uniderp Anhanguera e a Avenida Afonso Pena, no Bairro Miguel Couto. Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Habitação e Transporte, João Antônio De Marco, não existem meios para impedir o aumento do buraco.

A cratera está com extensão de aproximadamente 40 metros e profundidade de 15 metros. Só faltam três metros para tomar toda a avenida Ceará, próximo do viaduto sobre a Avenida Ricardão Brandão.

Na manhã de hoje, operários mantem os trabalhos para a retirada da tubulação metálica. O objetivo é limpar o local para dar mais vazão ao Córrego Prosa e impedir o desmoronamento de mais trechos em caso de chuva.

Segundo a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a Avenida Ricardo Brandão deverá ser interditada parcialmente para a retirada dos tubos. No entanto, a interdição será parcial e temporária.

Erosão

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions