A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/12/2013 08:17

Segundo ANTT, três grupos têm interesse em disputar leilão da BR-163

Aline dos Santos
Mapa mostra trecho que será entregue à iniciativa privada no Estado. (Foto: ANTT)Mapa mostra trecho que será entregue à iniciativa privada no Estado. (Foto: ANTT)

Marcado para dia 17 de dezembro, o leilão da BR-163 em Mato Grosso do Sul já tem três interessados. Segundo o jornal o Estado de São Paulo, a informação foi divulgada pelo diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Bastos. Ainda segundo ele, os mesmos grupos devem disputar a BR-060/153/262, cujo leilão acontece nesta quarta-feira.

Na próxima sexta-feira, dia 6, termina o prazo para respostas aos pedidos de esclarecimentos sobre o edital do leilão da rodovia que corta o Estado de Norte a Sul.

No dia 13, no período da tarde, os interessados devem entregar garantia da proposta, proposta econômica e documentos de qualificação. Três dias depois, serão publicadas as propostas não aceitas. No dia 17, acontece o leilão para repasse da via à iniciativa privada.

A empresa vencedora da concorrência deverá executar serviços de duplicação, recuperação, manutenção, conservação, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade de 847,2 km da rodovia BR-163.

A primeira praça de pedágio será instalada em Mundo Novo e a última em Sonora. Vence quem oferecer a menor tarifa teto – fixada em R$ 9,27 por cada 100 km.

O prazo para explorar a concessão será por 30 anos, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período. O leilão será na Bolsa de Valores de São Paulo.

Um dos pontos que pode afetar o interesse pela rodovia sul-mato-grossense é a mudança na rota do escoamento da safra. A expectativa é que parte da produção, hoje escoada por São Paulo e Paraná, siga para os portos do Pará.



Se vai privatizar, o IPVA deveria, no mínimo, diminuir. Não é?
 
eder gonçalves em 04/12/2013 14:40:56
Depois da privatização, eu vou querer meu dinheiro dos impostos que eu paguei para manter esta BR. Agora que ela não será mais "nossa" vou querer a minha parte da venda.
 
Fabiano Carloto em 04/12/2013 10:06:22
Mais uma vez MS sairá perdendo!...O governo federal "engana" a população com promessas "mágicas" sem ter o mínimo de planejamento.
 
Marcelo Costa em 04/12/2013 09:02:41
Por que o preço por cada 100 km é quase o dobro do fixado para a parte norte da mesma estrada?
 
Leny Campos em 04/12/2013 09:00:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions