A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

01/11/2010 13:21

Sem sinalização, trecho da Orla Morena vira problema

Redação

O cruzamento da avenida Orla Morena com a América e Almirante Barroso, no bairro Planalto, é local de intenso fluxo de veículos e está sem sinalização desde quinta-feira (28), quando a passagem foi liberada após as obras de continuação da via. Não há faixa de pedestre, placas de "Pare" ou semáforo.

Quando o motorista chega a qualquer uma das esquinas, ele não tem a certeza de quem é a preferencial, e a confusão já causou, pelo menos, três acidentes.

A partir de uma denúncia feita pelo leitor Claudio Luiz Schmitt Junior, o Campo Grande News foi ao local e constatou a falta de sinalização. Enquanto a equipe de reportagem estava próxima ao cruzamento, por duas vezes motoristas usaram a buzina para evitar colisão.

Em uma das casas que ficam de frente ao cruzamento, moram seis crianças. Elas estudam na escola Padre José de Anchieta, e tem que atravessar a avenida todos os dias para irem ás aulas. "A gente tem que olhar e sair correndo. Está difícil para atravessar e dá medo", afirma Rafaela Leite de Carvalho, de 11 anos.

Tia de Rafaela, Elisângela Silva de Carvalho Almeida, 38 anos, disse que viu os acidentes no local e teme pelo descaso com a sinalização. "No dia em que liberaram a passagem por aqui, já teve um acidente. Tempos atrás, teve um acidente na rua de baixo que deixou uma vítima fatal. Só então, eles colocaram quebra-molas lá. Espero que não estejam aguardando morrer alguém aqui para tomar alguma providência", disse Elisângela.

Os moradores afirmam que em horários de pico, por volta das 8h, 12h e 18h, o trânsito fica ainda mais perigoso no cruzamento. Terezinha Bertoloto, 44 anos, por volta das 11h, vinha no sentido centro-bairro pela Orla Morena. Chegando ao cruzamento, sem placa de sinalização, a condutora freou. "Como a pessoa que vem da outra rua não sabe que a Orla Morena deve ter preferencial, eu prefiro parar e olhar. Isso aqui está uma bagunça", reclamou Terezinha.

Motociclista entregador de gás de cozinha, Rodrigo Melo, de 30 anos, elogia a continuação da Orla Morena, mas também critica a falta de sinalização. "Assim fica complicado atravessar. Eu passo todo dia aqui e tem que ter atenção redobrada".

Outro perigo - Preocupada com a situação, Rosângela Mendonça de Jesus, 33 anos, disse que já ligou para a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). Ela destaca ainda o perigo quanto à quadra de esportes que fica em uma área de lazer construída no canteiro da Orla Morena.

"Depois que fizeram a continuação da avenida, com esse asfalto novo, os motoristas vem em alta velocidade, se perderem o controle ao fazer a curva podem até vir parar na quadra de esportes que fica no centro da orla, sem nenhuma proteção", diz Rosângela.

Segundo Rosângela, a resposta da Agetran foi de que a sinalização já está sendo feita, e que o local seria tratado com prioridade. Mas na opinião dela, "nem eles entenderam o que foi feito neste cruzamento".

A moradora afirmou também que em um dos acidentes que viu em frente de sua casa, devido a falta de sinalização, os condutores entraram em conflito por não entenderem de quem seria a culpa, afinal, não há sinal de regras indicando quem tem a preferência.

O Campo Grande News tentou entrar em contato com algum representante da Agetran que pudesse responder sobre o assunto, mas, devido ao feriado de amanhã pelo Dia de Finados, hoje os servidores também estão de folga. O expediente só volta ao normal na quarta-feira (3). No entanto, a chefe de divisão de educação no trânsito do órgão, Ivanise Rotta, por telefone celular, ao tomar conhecimento da situação, concordou que o local precisa ser sinalizado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions