A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/07/2008 14:35

Servidores da Funasa em greve por tempo indeterminado

Redação

Servidores da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) que trabalham nas aldeias de Mato Grosso do Sul deflagraram greve nesta quarta-feira. Eles reivindicam a volta de uma indenização e ainda um plano de carreiras para a categoria.

Segundo Edmundo Pires, representante da classe, com a greve, todo o atendimento que é realizado nas aldeias está suspenso. A paralisação é por tempo indeterminado.

Pires explica que os 739 profissionais que trabalham nas aldeias, mas que não são servidores, não estão em greve, no entanto o serviço deles fica prejudicado porque os motoristas que levam as equipes às aldeias, são funcionários da União. A Funasa tem 159 servidores no Estado.

Somente os atendimentos de urgência estão mantidos, de acordo com Edmundo, que explica que desde que a Funasa assumiu a saúde indígena, em 1999, os servidores recebiam R$ 26 por dia trabalhado, agora, o abono salarial foi cortado.

Uma medida provisória de maio deste ano criou uma gratificação de R$ 590 em substituição à indenização. No entanto, conforme Edmundo, nem todos os servidores vão receber.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions