A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

20/10/2010 10:20

Sesau não foi notificada sobre morte de arquiteto

Redação

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) ainda não foi notificada da morte do arquiteto Victor Aizza Goularte, de 28 anos. Ele morreu no último dia 16 em Campo Grande e a família suspeita que a causa seja leishmaniose visceral.

De acordo com os familiares, o material para exame foi encaminhado a Belo Horizonte (Minas Gerais). Conforme a Sesau, os hospitais da rede pública realizam o exame no próprio Estado.

Já a rede particular envia o material para laboratórios de fora. O resultado do exame deverá ser comunicado a Sesau em caso de resultado positivo.

Victor ficou internado por 19 dias e faleceu por consequencias de uma forte pneumonia. Os exames constataram crescimento do volume dos órgãos, como fígado, baço e vesícula. A leishmaniose é caracterizada pelos sintomas de febre e aumento dos órgãos.

Neste ano, a doença matou quatro pessoas em Campo Grande. De janeiro a setembro, a Sesau registrou 253 casos suspeitos e 112 confirmados. No ano passado, foram 163 casos confirmados e sete mortes por leishmaniose visceral na Capital. Em 2008,a doença matou 13 pessoas em Campo Grande, maior número desde 1999.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions