A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/07/2009 08:59

Sobre prisões, Artuzi diz que quem "deve tem de pagar"

Redação

Alegando não ter informações sobre as acusações que levaram hoje à prisão o vice-prefeito e o presidente da Câmara de Dourados, o prefeito Ary Artuzi (PDT) preferiu não comentar a operação da Polícia Federal.

Uma das pessoas próxima a Artuzi que estão na PF é o vice-prefeito, Carlinhos Cantor (PR). "Eu não sei, tem que ligar para o delegado. Se tiver alguém fazendo coisa errada tem que pagar", afirmou o chefe do Executivo.

Somente em Dourados foram presos dois vereadores: Sidlei Alves (DEM) e Marcelo Barros (DEM), durante a operação Owari, que significa ponto final em japonês.

Foram presos inclusive empresários da família Uemura, uma das principais financiadoras da campanha do prefeito Ari Artuzi e do antecessor Laerte Tetila.

Os empresários Sizuo Uemura e Helena Uemura também estão na delegacia da Polícia Federal. Sizuo é bastante conhecido na cidade e forte no ramo de funerária, onde detém monopólio.

A PF cumpre 42 mandados de prisão e 85 de busca e apreensão em Dourados, Campo Grande, Naviraí, Ponta Porã, Guaíra (PR) e Umuarama (PR). Foram dois anos de investigações.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions