A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/07/2015 18:07

Tabu: Suicídio será tema de curso pioneiro no país com inscrição gratuita

Michel Faustino
Mulher ameaçou se jogar da torre de iluminação do estádio Morenão, em setembro do ano passado, mas foi salva pelos bombeiros. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Mulher ameaçou se jogar da torre de iluminação do estádio Morenão, em setembro do ano passado, mas foi salva pelos bombeiros. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

Com o objetivo de promover a cultura de prevenção e desmistificar o tabu relacionado ao tema suicídio, o grupo de estudo e pesquisa em boética do Hospital Universitário promove o “I Curso de Prevenção ao Suicídio”, que será realizado de 28 de julho a 30 de novembro deste ano. A inscrição é gratuita e as vagas são limitadas.

Números do Mapa da violência realizado no Brasil ano passado, apontando que o número de suicídios aumentou 10,1% em Mato Grosso do Sul de 157, em 2012, para 173 casos em 2013. O Estado apresenta o quarto maior índice de casos por habitante. Na maioria das situações, a morte é reflexo de depressão, doença que ajuda a lotar postos da Capital e representa 70% dos atendimentos ambulatoriais das unidades de saúde mental.

O Estado só fica atrás de Minas Gerais (9,1 para cada grupo de 100 mil), de Santa Catarina (8,4) e do Rio Grande do Sul (8,2). Com 7.087 suicídios em 2013, a taxa nacional é de 3,5 mortes para cada 100 mil habitantes. Dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) atestam que, em média, são registrados 27 suicídios no país, o que reforça a necessidade imediata de políticas públicas mais efetivas no sentido de identificar e tratar as vítimas da depressão.

Segundo Edilson Reis, responsável pela iniciativa, o curso é pioneiro em Mato Grosso do Sul e o único deste formato no Brasil. “ O intuito é criar uma rede de alternativas quanto ao tema e indicar um caminho de conhecimento, compreensão e métodos de auxílio aos que estão passando por uma situação de crise e veem o suicídio como sua única saída”, explicou Reis.

De acordo com Reis, o curso contempla atividades de conhecimento científico e atual. Por meio das aulas, em que os alunos estudam casos reais e formas de prevenção, os participantes estarão aptos a elaborar programas para prevenir o suicídio e apresentar em escolas, igrejas, empresas e para a sociedade em geral.

“Os participantes podem ajudar a diminuir o número das estatísticas alarmantes desta violência, trabalhando juntamente com a comunidade e mostrando que há saídas para quem está em desespero”, afirmou.

Curso - O curso é gratuito e acontece de 28 de julho a 30 de novembro deste ano. Ao todo, serão 50 vagas e os interessados devem enviar os dados até o dia 18 de julho para o email: prevencaodosuicidio@gmail.com. A carga total é de 200 horas e as aulas serão realizadas terças e quartas-feiras, das 19h às 22h, no Auditório 1 da Faculdade de Medicina/FAMED-UFMS.

O público alvo são profissionais de saúde, da segurança pública e da área da educação, além de universitários, residentes, preceptores, tutores, docentes, religiosos e comunidade em geral.

(Veja aqui o cronograma completo do curso)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions