A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/05/2009 12:59

Teruel discute amanhã desativação do lixão na Capital

Redação

Amanhã, às 10h, o deputado estadual Pedro Teruel (PT), juntamente com coletores e proprietários de depósitos que dependem do material reciclado do lixão da Capital, se reunirão com representantes da prefeitura para discutir a situação da reciclagem em Campo Grande.

Segundo o deputado petista, o objetivo da reunião é discutir medidas que possibilitem a continuidade das atividades de reciclagem, mesmo com a desativação do lixão e a adequação para aterro sanitário.

Para discutir com o problema com mais embasamento, Teruel foi ao lixão na quinta-feira e se reuniu com os catadores que reclamaram do fechamento de alguns depósitos de reciclagem na região do bairro Dom Antônio Barbosa.

Visitando o local, o parlamentar se deparou com o proprietário que recebeu uma notificação da prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Controle Urbanístico, para desativar o depósito e desmontar equipamentos no prazo de cinco dias sob pena de multa de R$ 1,3 mil.

De acordo com o deputado, "o fechamento de vários depósitos vai gerar um desemprego maior na região e vai prejudicar ainda mais as famílias e o comércio local". A situação o motivou a ligar para o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e solicitar a reunião.

Populares que moram no Dom Antônio alegam que, somente no bairro, existem 12 depósitos de reciclagem. Mais de 10 toneladas de material reciclado são processadas por semana em cada estabelecimento, que emprega 10 funcionários. O lucro pode chegar a mil reais.

Pedro Teruel é o autor da lei municipal de 1994 sobre a reciclagem de lixo na Capital e do projeto de lei estadual que proíbe a instalação de incineradores de lixo no Mato Grosso do Sul.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions