A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/10/2010 08:58

Testemunha diz que briga provocou morte no Novos Estados

Redação

A polícia suspeita que um desentendimento possa ter motivado a morte de Wilian da Silva Cardoso, baleado na manhã deste sábado na rua Marquês de Leão, bairro Novos Estados.

A vítima caminhava ao lado do irmão, quando passaram em frente à casa do homem com quem haviam brigado dias antes.

De acordo com a versão apresentada pela testemunha à PM (Polícia Militar), o assassino, armado, saiu de casa e perseguiu os irmãos por alguns metros. Em um determinado ponto da rua, Wilian acabou baleado.

O autor fugiu e o irmão conseguiu escapar dos tiros. Wilian foi morto a alguns metros de casa.

Logo após a chegada da viatura da PM, familiares da vítima se aglomeraram em volta do corpo.

Um dos parentes teria se agitado, culpando o irmão que presenciou o homicídio pelo crime.

Ao ser contido pela PM atingiu o nariz de um policial com a cabeça. Foi algemado, colocado na viatura e será encaminhado ao Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

A namorada da vítima, muito abalada pelo crime, descreveu Wilian como uma pessoa calma e que evitava confusões. Durante a semana o rapaz trabalhava como pedreiro e aos finais de semana como barman.

"Ele era uma pessoa muito fechada. Nem era de ficar andando na rua", conta a jovem. Os dois, segundo ela, estavam junto há 5 anos.

O corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions