A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/11/2009 21:54

Travestis criticam proibição de menores em Parada Gay

Redação

Nota enviada pela ATMS (Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul) ao Campo Grande News critica a decisão da juíza da Vara da Infância, Juventude e Idoso, Katy Braun do Prado, de proibir menores de 16 anos na 8ª Parada Gay, que acontece amanhã em Campo Grande.

Segundo Cris Stefany, presidente da associação, o evento sempre teve apoio da prefeitura de Campo Grande e do governo do estado. A travesti explica que o movimento promove a visibilidade política de um grupo de pessoas extremamente discriminado pela sociedade e não incita qualquer meio de imposição da orientação homossexual.

No entender da associação, a proibição de adolescentes menores de 16 anos se trata de ato arbitrário que fere o direito constitucional de ir e vir. Para a entidade, fiscalizar a presença do público no evento é uma tarefa impossível.

Na nota, a ATMS enfatiza que não se responsabilizará por eventual presença de crianças e adolescentes menores de 16 anos, já que o evento será realizado em via pública. Contudo, a organização do movimento se compromete em colaborar com a fiscalização que será empreendida pela PM (Polícia Militar), MPE (Ministério Público Estadual) e Conselho Tutelar.

Por isso, a entidade solicita às famílias que vão participar da Parada que não levem crianças e adolescentes menores de 16 anos. Caso isso aconteça, a ATMS frisa que eles estejam acompanhados de pais ou responsáveis.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions