ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SÁBADO  29    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Tribunal de Justiça decreta prisão de Nilton Servo

Por Redação | 22/08/2008 09:00

O Tribunal de Justiça decretou a prisão de Nilton Cézar Servo, acusado de chefiar a máfia dos caça-níqueis em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o desembargador Romero Osme Dias Lopes, a prisão foi decretada para que Servo possa ser interrogado. O desembargador explicou que nos dois depoimentos marcados pelo juiz do caso, Servo apresentou atestados médicos, no entanto foi verificado que ele estaria em Palmas, capital do Tocantis.

Segundo Romero, o juiz havia marcado o interrogatório de Servo primeiramente para janeiro e depois para março. E agora, marcou para janeiro de 2009.

Servo é acusado de chefiar os jogos de azar no Estado e foi preso em junho do ano passado na operação Xeque-Mate, desencadeada pela PF (Polícia Federal). Ele foi solto cerca de um mês depois, por decisão judicial.

Servo é candidato a prefeito pelo PRB no município de Nova Esperança, Paraná. Ele declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter R$ 800 mil em jóias e R$ 900 mil em espécie.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário