A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

22/11/2018 06:35

Um ano depois, casal é condenado a 90 anos por duplo assassinato

Autora planejou e executou junto com o namorado o assassinato da mãe e do padastro em 2017. Corpos foram esquartejados e enterrados

Bruna Pasche
Casal foi encontrado e preso pela polícia no dia 18 de dezembro, em Chapadão do Sul. (Foto: Arquivo pessoal)Casal foi encontrado e preso pela polícia no dia 18 de dezembro, em Chapadão do Sul. (Foto: Arquivo pessoal)

Rita de Kassia Ledesma Ferreira, de 25 anos e Diego Antônio da Silva, de 27, foram condenados juntos há mais de 90 anos de prisão por latrocínio e ocultação de cadáver. O casal é acusado de matar Paulo Mariano Pinto, 58 anos, e Marilene Ledesma Ferreira, de 53 anos, padrasto e mãe de Rita, em novembro de 2017, em Corumbá – a 419 km de Campo Grande.

Conforme informações do Ministério Público, o crime aconteceu no dia 10 de novembro do ano passado. Durante a noite, Rita facilitou a entrada de Diego que matou as vítimas, que estavam dormindo, a facadas e golpes de uma barra de ferro. Depois do homicídio, o casal ainda ficou na casa com os corpos enrolados em cobertores por uns dias e em seguida, enterraram no terreno.

Segundo a denúncia, os dois premeditaram o crime para que pudessem vender a casa das vítimas e os bens domésticos que pertenciam à casa do casal, tanto que venderam o que puderam do local e com o dinheiro viajaram para Chapadão do Sul, onde foram capturados pela polícia. À polícia, eles informaram que iriam se mudar para o Piauí.

O juiz André Luiz Monteiro condenou Rita a 46 anos e nove meses de reclusão e ao pagamento de 310 dias-multa. Já o réu Diego foi condenado em 46 anos e cinco meses de reclusão em regime inicial fechado, bem como ao pagamento de 291 dias-multa.

O Caso - Marilene e Paulo foram encontrados na manhã de sexta-feira (24), por familiares que cansados da falta de notícia resolveram ir até a casa em que moravam. Os corpos foram encontrados enterrados em um buraco na varanda da residência, coberto por areia fina.

Com as investigações a polícia chegou a Rita de Kássia e o namorado como autores do crime. O casal morava na mesma casa que as vítimas e segundo a polícia, a jovem matou a própria mãe por ela não aceitar seu relacionamento com Diego.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions