A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/02/2010 08:49

Venda de carne clandestina faz Polícia intensificar ação

Redação

Agentes da Decon (Delegacia Especializada de Atendimento ao Consumidor) e da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal)intensificarão as ações de combate à venda de carne clandestina. O flagrante feito em Brasilândia, onde mais de uma tonelada de produtos impróprios para o consumo foram apreendidos, motivou o reforço na fiscalização, que será voltada ao interior do Estado.

O delegado Adriano Garcia explica que as equipes já desenvolviam ações desde o ano passado. Até os policiais civis fizeram treinamento em frigorífico e acompanharam abates para compreender melhor as fases de deterioração da carne.

"A população não conhece o risco", diz o delegado em relação às doenças e os prejuízos que o consumo da carne clandestina podem causar às pessoas.

No mercado Soberano, da rede Smart, durante fiscalização feita na quarta-feira, foram encontradas carnes e peixes impróprios ao consumo. Parte da carne estava deteriorada, exalava mau cheiro e tinha até moscas.

De acordo com o delegado, embora não seja tão fácil identificar se a carne atende a todas as normas exigidas pela Vigilância Sanitária, quando a carne está impregnada de sangue é um forte indício de que é clandestina.

O dono do estabelecimento chegou a ser preso, porém, é liberado mediante pagamento de fiança porque se trata de um crime contra as relações de consumo, portanto, o comerciante pode responder ao processo em liberdade. Ele pagou R$ 1,5 mil, conforme determinação judicial.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions